SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O lutador do UFC Nate Diaz se entregou voluntariamente ao Departamento de Polícia de Nova Orleans, nos Estados Unidos, nesta quinta-feira (27).

O lutador tinha um mandado de prisão emitido, desde segunda-feira (24), por suspeita de agressão em segundo grau.

Segundo os registros online dos presos, Diaz foi autuado às 7h40 da manhã (horário de Nova Orleans).

Se Nate Diaz for considerado culpado pode pegar até oito anos de prisão e/ou multa de US$ 2 mil (cerca de R$ 10 mil na cotação atual) —que é a pena em Louisiana para agressão de segundo grau.

Zach Rosenfield, representante de Diaz, confirmou a informação ao site MMA Junkie, especializado no mundo da luta.

"Nate se entregou voluntariamente ao Departamento de Polícia de Nova Orleans esta manhã aproximadamente às 7h10. Continuamos ansiosos para apresentar todas as evidências e vídeos que mostram que Nate estava agindo em legítima defesa", afirmou Rosenfield.

POR QUE O MANDADO?

Nate Diaz brigou do lado de fora do XULA Convention Center, em Nova Orleans, nos Estados Unidos, no último sábado (22). O lutador estava na arena e acompanhava o evento de boxe Misfits Boxing 6.

Imagens da briga mostram Diaz apagando um homem com um estrangulamento.

Após deixar o rapaz desacordado, o lutador foi embora caminhando tranquilamente.