Cascavel, 29 (AE) - A seleção Sub-23 da Argentina foi derrotada por por 2 a 1 hoje à tarde pelo Uruguai, mas mesmo assim se classificou para o quadrangular final do Torneio Pré-Olímpico de Futebol. A equipe argentina escapou por muito pouco de ser eliminada. O time jogou os últimos 20 minutos com nove homens e sofreu uma pressão muito forte do adversário. Se perdesse por diferença de dois gols o classificado seria o Peru, que na partida de abertura da rodada, venceu a Bolívia por 5 a 2.
Peru e Argentina terminaram a fase empatados em segundo lugar com 7 pontos cada, mas a Argentina passou à próxima fase pelo melhor saldo de gols. O Uruguai, que estava classificado por antecipação, terminou a fase na liderança, com 12 pontos ganhos, 100% de aproveitamento.
A Argentina começou melhor e abriu o marcador aos 22 minutos do primeiro tempo, com Esteban Cambiasso. No seundo tempo, no entanto, os uruguaios reagiram. Olivera empatou aos 12 minutos, de pênalti, e Coelho virou, aos 17. Apesar da derrota
os argentinos ainda estavam classificados, mas começaram a ficar preocupados depois que o árbitro brasileiro Luciano Almeida expulsou Diego Markic e Diego Placente; este último, apenas três minutos depois de ter entrado.
Quando se pensava que o Uruguai iria para cima do adversário, a equipe se acomodou e apenas esperou o final do jogo. Os dois expulsos hoje, vão desfalcar o time na primeira rodada do quadrangular. O quadrangular será disputado em Londrina entre os dias 2 e 6 de fevereiro. A primeira fase termina amanhã, com dois jogos: Equador e Venezuela e Colômbia X Brasil.
Ficha Técnica: Argentina: Albano Bizzarri; Leandro Cufré, Pablo Richetti, Gabriel Milito, Aldo Duscher; Diego Markic, Esteban Cambiasso, Lionel Scaloni (Diego Placente), Pablo Aimar (Fernando Crosa); Bernardo Romeo e Javier Saviola (Mariano Messera). Técnico: José Pekerman. Uruguai: Adrián Berbia; Alejandro Lembo, Gonzalo Sorondo, Nicolás González (Gustavo Varela), Guillermo Giacomazzi; César Eduardo Pellegrin, Federico Rariz, Fabián Coelho, Diego Perrone (José Franco); Nicolás Olivera e Ignacio Risso. Técnico: Víctor Púa. árbitro: Luciano Almeida (Brasil). Cartões: Vermelhos - Diego Markic e Diego Placente (ARG)
Amarelos - Lionel Scaloni e Pablo Ricchetti (ARG) e os uruguaios Alejandro Lembo e Guillermo Giacomazzi. Local - Estádio Olímpico Regional Arnaldo Buzato, Cascavel, PR.