|
  • Bitcoin 144.683
  • Dólar 4,9690
  • Euro 5,2100
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 01/03/2022, 16:01

Árbitro relata ameaça de jogador do Água Santa a Luciano

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 01 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O árbitro Luiz Flávio de Oliveira relatou na súmula da partida entre Água Santa e São Paulo o motivo de ter expulsado o zagueiro Hélder, da equipe da casa, nos acréscimos do segundo tempo. De acordo com ele, o jogador ameaçou "pegar" o são-paulino Luciano.

"Expulsei diretamente o jogador de n. 04 o Sr Helder Gomes Maciel, por haver proferido as seguintes palavras com o dedo em riste em minha direção de forma acintosa: 'tá de secagem, só marca falta a favor deles, e cartão só pra nós, eu vou pegar esse Luciano', referindo-se ao jogador de n. 11, o Sr. Luciano da Rocha Neves da equipe São Paulo Futebol Clube", relatou.

A expulsão de Hélder aconteceu quando o São Paulo já vencia por 2 a 1. Antes disso, o atacante Fernandinho já havia sido expulso ao acertar o rosto de Marquinhos em uma disputa de bola e receber o segundo cartão amarelo.

Além dos atletas, outras duas expulsões ocorreram ao longo da partida, mas envolvendo funcionários do Água Santa. O gandula Marcos Santana Alcântara foi retirado de campo depois de jogar uma bola no árbitro Luiz Flávio de Oliveira pouco antes do intervalo.

Na súmula, o árbitro ainda relata ter expulsado o maqueiro Marcos Antônio de Oliveira, do Água Santa, "por protestar de forma acintosa com palavras e gestos contra as decisões da arbitragem".

Luiz Flávio de Oliveira afirmou, também, que o presidente Paulo Korek, do Água Santa, insultou a equipe de arbitragem no intervalo. "Bando de sem vergonha, safados, bandidos, apita para os dois lados, pode relatar essa merda", teria dito o dirigente.

O São Paulo venceu a partida com gols de Reinaldo e Calleri. O gol do Água Santa foi marcado pelo lateral Alex Silva.