|
  • Bitcoin 146.520
  • Dólar 4,8801
  • Euro 5,1549
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 12/04/2022, 18:44

Após derrota na estreia, Corinthians busca primeira vitória na Libertadores contra o Deportivo Cali

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 12 de abril de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Embalado pela vitória por 3 na 1 contra o Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro, no sábado (10), o Corinthians recebe o Deportivo Cali, da Colômbia, nesta quarta-feira (13), às 21h, em partida pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. O time paulista tenta reverter o cenário da estreia no campeonato continental, quando apresentou um desempenho fraco e perdeu do Always Ready, da Bolívia, por 2 a 0.

O time do técnico Vítor Pereira é o atual lanterna do grupo E, que também conta com o Boca Juniors, da Argentina, e depende da vitória para não ter problemas futuros na briga pelas oitavas de final no campeonato. O Corinthians conta com uma vantagem histórica no confronto -foram dois jogos contra o Deportivo Cali, dos quais o time paulista saiu invicto, somando quatro gols e zero tentos do adversário.

Uma possível estratégia a ser adotada pelo time paulista é a mesma que garantiu o sucesso contra o alvinegro carioca no sábado: menos posse de bola e mais agressividade na criação de jogadas.

Na partida contra o Botafogo, o Corinthians terminou, pela primeira vez sob o comando do treinador Vítor Pereira, uma partida com menos de 50% de posse de bola. Em contrapartida, o clube alvinegro criou cinco chances claras de gol e conseguiu 19 desarmes no estádio Nilton Santos —os maiores números nessas estatísticas com a atual comissão técnica.

Na estreia do Campeonato Brasileiro, o técnico Vítor Pereira optou por um time mais leve, com sete jogadores formados nas categorias de base entre os titulares (João Victor, Raul Gustavo, Lucas Piton, Du Queiroz, Maycon, Gustavo Mantuan e Willian). Com velocidade nas transições e contando ainda com uma boa performance de seus pontas e laterais, o time foi agressivo e anotou três gols ainda no primeiro tempo.

Mesmo nos 45 minutos iniciais, quando o Corinthians dominou a partida e se impôs diante do Botafogo, a equipe foi para o intervalo com 45% de posse de bola. Na segunda etapa, o clube do Parque São Jorge usufruiu da vantagem, sacou Paulinho e Willian, e passou a administrar o resultado. Apesar do gol do Botafogo, de pênalti, o clube alvinegro paulista não passou por sustos e, segundo Vítor Pereira, demonstrou o 'espírito corintiano' em campo.

"A primeira parte foi de grande nível, não demos chances ao Botafogo e na segunda parte gerimos um pouquinho e vi o espírito corintiano dentro de campo. Muita raça, muita ajuda, é tanta vontade que até exagera", descreveu Vítor Pereira em coletiva de imprensa.

Na segunda etapa, em contra-ataques rápidos, o Corinthians criou duas chances claras de gol —uma com Adson e outra com Giovane, que realizou sua estreia como profissional no Nilton Santos, que poderiam ter resultado em uma goleada. De acordo com o aplicativo Sofascore, as cinco oportunidades de gol produzidas pelo Corinthians representam a maior produção ofensiva da equipe sob o comando de Vítor Pereira.

Ainda foram 19 desarmes, onze no primeiro tempo e oito no segundo, que ajudam a explicar a vitória do Corinthians diante do Botafogo. No fim da partida, o clube paulista encerrou o confronto com 44% de posse de bola, número baixo se comparado ao retrospecto da equipe com Vítor Pereira que até então registrava uma média de 66% de posse nos sete primeiros jogos com o português.

Para a partida desta quarta-feira, o Corinthians pode ver o retorno do lateral-direito Fagner, afastado das últimas partidas por conta de uma lesão muscular na coxa esquerda. Outro nome que deve ser escalado é o meia Renato Augusto, poupado na partida contra o Botafogo. Willian e Paulinho, substituídos na última partida após apresentarem dores musculares, serão reavaliados, e também devem estar disponíveis. Uma provável escalação do técnico Vítor Pereira tem: Cássio; Fagner, João Victor, Raul Gustavo e Lucas Piton; Du Queiroz (Paulinho) e Maycon; Róger Guedes, Renato Augusto e Willian; Mantuan.

O Deportivo Cali, por sua vez, tem como desfalque garantido o atacante Yony González, que está lesionando. Uma provável escalação do time tem: Guillermo de Amores; Gutiérrez, Burdisso, Marsiglia, Mafla; Congo, Camargo, Kevin Velasco; Gutiérrez, Jhon Vásquez e Ángelo Rodriguez.

Estádio: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)

Horário: Às 21h (de Brasília) desta quarta-feira (13)

Árbitro: Eber Aquino (Paraguai)

Transmissão: ESPN e Star+