|
  • Bitcoin 148.977
  • Dólar 4,8801
  • Euro 5,1592
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 18/03/2022, 14:46

Após denúncias, Grêmio faz ações contra o racismo e organizada muda músicas

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 18 de março de 2022

MARINHO SALDANHA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

PORTO ALEGRE, RS (UOL-FOLHAPRESS) - O Grêmio divulgou nesta sexta-feira (18) uma leva de ações contra atos de injúria racial. Depois de duas situações envolvendo atos de torcedores, o clube irá distribuir materiais pedindo o bom comportamento. A principal organizada gremista, Geral do Grêmio, também faz parte do projeto e irá regravar as músicas que contém termos como "macaco" para se referir aos aficionados rivais.

As ações foram comunicadas oficialmente pelo time no início da tarde. Em nota, o clube informou como irá proceder a partir do clássico Gre-Nal deste sábado (19) e também nos jogos seguintes.

"Por parte do clube, um material de conscientização será distribuído aos torcedores que forem ao estádio, neste sábado. Além disso, haverá monitoramento por vídeo durante todo o jogo. Essas medidas ocorrerão de forma sistemática, nos próximos jogos do clube, e se somarão a novas ações, entre outras já em desenvolvimento, encabeçadas pelo movimento Clube de Todos, que tem como missão levar à torcida e público em geral, iniciativas políticas-sociais sobre a importância e a necessidade em se combater a intolerância e a discriminação de toda e qualquer natureza", diz trecho da nota publicada no site do Grêmio.

"Já a Geral, implementará uma série de iniciativas, como a regravação de todas as músicas com termos não aceitos pela sociedade atual, produção de faixas contra o racismo, além de outras medidas que serão apresentadas nos demais jogos do Grêmio", completa.

Foram dois focos recentes de atos de torcedores no caminho contrário da proposta gremista. No dia 26 de fevereiro, nos momentos que antecediam o Gre-Nal, que acabou adiado em razão de um ataque ao ônibus gremista nas proximidades do Beira-Rio, um aficionado fez gestos supostamente imitando um macaco em ato de injúria racial a torcedores do Inter.

Já no último dia 9, data em que o jogo foi disputado, os torcedores do Grêmio presentes no Beira-Rio cantaram uma música tradicional da torcida que havia sido proibida anteriormente por se referir aos colorados como "macaco imundo" e "macaco".

Ambos os casos foram denunciados no TJD-RS e o clube será julgado por eles.

"A ação busca unir forças para combater esse importante problema social que afeta toda a sociedade. Desta forma, o Grêmio reforça o seu compromisso com o tema, na intenção de fazer do futebol um lugar de paz, união e respeito ao próximo", finaliza a nota gremista.