SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A cantora Anitta usou as redes sociais para falar sobre o acesso gratuito à água no país após mudanças no acesso à bebida em grandes eventos depois que uma fã de Taylor Swift morreu em show devido ao calor.

"O governo podia aproveitar a mobilização em torno da água e dar o exemplo disponibilizando água de graça para a população. Inclusive, em várias áreas do país, mesmo que se pague a conta d'água, não existe garantia nenhuma de que vão abrir a torneira e a água vai sair todos os dias", escreveu Anitta no X, antigo Twitter, neste domingo (19).

A publicação da cantora foi criticada. "Começa pelo seu bloco, em que a água custa R$ 10", escreveu um internauta. "Pois coloque água gratuita nos Ensaios. Pelo valor que se paga nos ingressos, água é o mínimo", postou outro.

A morte de Ana Clara Benevides, de 23 anos, ocorreu na sexta-feira, no início da apresentação de "The Eras Tour" no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro.

No local, era proibido entrar com garrafas de água. Fãs reclamaram das altas temperaturas e chegaram a implorar que a produção entregasse a bebida.

Após o caso, o ministro da Justiça Flávio Dino determinou que grandes eventos do tipo permitam a entrada de água pelo público. A T4F, produtora do show de Taylor no país, liberou a entrada de garrafas plásticas nas apresentações seguintes da cantora. No sábado, bombeiros jogavam jatos de água no público para aliviar o calor, que chegou a 42ºC no Rio.