|
  • Bitcoin 121.615
  • Dólar 5,0547
  • Euro 5,2170
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 02/08/2022, 19:30

Alison e Álvaro Filho reatam dupla de vôlei de praia 1 ano após separação

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 02 de agosto de 2022

DEMÉTRIO VECCHIOLI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Menos de um ano depois de desafazerem a dupla que disputou os Jogos Olímpicos de Tóquio, Alison e Álvaro Filho são, de novo, parceiros. Os dois jogadores estão inscritos para jogarem juntos a próxima etapa do Circuito Brasileiro, em Fortaleza, daqui a duas semanas, e confirmaram, à reportagem, que têm planos de formarem um time ao menos até o fim de 2022.

Amanhã vai fazer exatamente um ano que Alison e Alvinho foram eliminados nas quartas de final dos Jogos de Tóquio, um resultado aquém do esperado tanto para o Mamute, campeão na Rio-2016 e prata em Londres-2012, quanto para seu parceiro, vice-campeão mundial em 2013.

Encerrado o ciclo, no fim de agosto do ano passado eles anunciaram uma separação "amigável". "O vôlei de praia se acostumou a ver duplas acabarem por brigas, por desgastes pessoais. Eu só posso agradecer ao Alvinho pelo tempo que jogamos juntos, por ter acreditado no projeto e pela oportunidade de disputarmos as Olimpíadas. Agora seremos rivais, mas apenas isso", disse Alison na despedida.

Ele convidou Guto para ser seu parceiro e Álvaro Filho se juntou a outro jogador olímpico de Tóquio, o bloqueador Evandro. Mas nenhuma das duas duplas teve o sucesso esperado. Alison e Guto caíram nas quartas de final do Mundial de Roma e, um dia depois, o veterano avisou que estava quebrando a dupla. O Mamute alegou que convivia com fortes dores no pé direito, por conta de uma fascite plantar, e ia se afastar das competições para tratar da lesão e para ficar próximo da família.

Já Alvinho, jogando com Evandro, não conseguiu vaga no Mundial, porque eles não estavam entre as quatro melhores duplas do país no ranking mundial. Campeã do circuito no segundo semestre do ano passado, a parceria foi desfeita, oficialmente, depois da prata na etapa de Campo Grande, no domingo passado. "Cada um seguirá o seu caminho. Obrigado pela torcida e sigam acompanhando a gente", escreveram nas redes sociais.

Nesta segunda-feira (1º), dois dias depois de seu último jogo com Evandro, Álvaro Filho já estava inscrito na etapa de Fortaleza, para jogar com Alison. De acordo com o Mamute, partiu do companheiro o convite a ele, que voltou a treinar na areia na semana passada e está em fase final de recuperação da lesão. Alison não joga o circuito nacional desde a temporada passada e chegou a dizer que pretendia concentrar energias nos torneios internacionais.

Será um teste pensando na corrida olímpica para Paris, que começa de fato no início de 2023. A proposta é formar uma dupla até o fim do ano e só aí discutir se eles vão tentar ir juntos à Olimpíada ou se vão buscar outros parceiros. Ao mesmo tempo, Evandro aparece inscrito em Fortaleza para jogar com Vinicius, que por sua vez vinha atuando com Guto.

Hoje as duas principais duplas do país são do CT Cangaço, em João Pessoa. Renato e Vitor Felipe foram vice-campeões mundiais em Roma, enquanto George e André ficaram com a medalha de bronze. Pelo ranking que soma os pontos dos jogadores no circuito nacional, a quinta força é Bruno Schmidt/Saymon.