|
  • Bitcoin 141.421
  • Dólar 4,8152
  • Euro 5,1446
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 29/03/2022, 19:25

Abramovich retorna às negociações por paz após suspeita de envenenamento

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 29 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Dono do Chelsea, Roman Abramovich retomou seu papel como um dos negociadores pela paz na guerra entre Rússia e Ucrânia após ter apresentado sintomas de envenenamento. Segundo o SkySport, Abramovich viajou a Istambul, na Turquia, para uma rodada de dois dias de reuniões, que incluem encontro com o presidente do país, Recep Tayyip Erdogan.

O oligarca russo e negociadores ucranianos teriam sido vítimas de um possível envenenamento após uma reunião em Kiev no início de março, de acordo com informações publicadas na segunda-feira (28) por pelo "The Wall Street Journal".

De acordo com o periódico norte-americano, que citou algumas fontes, os responsáveis pelo suposto ataque podem ter sido representantes de Moscou que queriam sabotar as negociações para acabar com a guerra na Ucrânia.

Após a cúpula na capital ucraniana, Abramovich teria apresentado sintomas como olhos vermelhos e descamação da pele no rosto e nas mãos, segundo as fontes ouvidas pelo veículo de comunicação.

Um grupo de especialistas que está investigando o incidente acredita ser difícil determinar se os sintomas foram causados por um agente químico ou biológico, ou até mesmo se foi um ataque com radiação eletromagnética. Os Estados Unidos e diversas outras nações europeias promoveram sanções contra o oligarca russo em virtude da guerra em território ucraniano.