Use o estresse a seu favor

A adaptação a um evento estressor – como o que vivemos agora em situação de isolamento - pode ser usada a favor do desempenho, mas sem excessos

Simone Cunha/ UOL/Folhapress
Simone Cunha/ UOL/Folhapress

Apesar da fama de 'vilão' que o coloca na lista de inimigo número 1 da saúde, o estresse também tem o seu valor. A sensação é um mecanismo fisiológico natural do organismo, com componentes físicos, psicológicos e hormonais desencadeado pela necessidade de adaptação a um evento estressor externo ou interno. Portanto, a reação ao estresse é fundamental para a adaptação a situações novas, que demandam energia física e emocional do organismo. "É como se o organismo saísse temporariamente de seu estado basal para dar conta de algo novo e quando resolvida ou minimizada a questão, retornasse ao seu estado anterior", acrescenta Danielle Irigoyen da Costa, professora adjunta da Escola de Ciências da Saúde e da Escola de Medicina da PUCRS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul) e coordenadora do Ambulatório do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Trauma e Estresse da mesma instituição.


Por que a fama de vilão? Esse atributo de vilão foi destinado ao estresse, pois normalmente ele está associado a situações ruins, com grande frequência e intensidade. O estresse excessivo, que ultrapassa a capacidade de adaptação ou persiste por muito tempo, tem impacto negativo e deixa o organismo vulnerável a doenças físicas e mentais. "Por isso, quando o evento estressor acontece é importante saber gerenciá-lo para não deixar esse estresse se transformar em negativo", alerta a psicóloga comportamental Denise Pará Diniz, coordenadora do setor de gerenciamento de estresse e qualidade de vida da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).




.
. | iStock
 


Saiba reconhecer o estresse positivo

Os sintomas fisiológicos provocados pelo estresse como aumento da frequência cardíaca, pressão arterial alterada, extremidades suadas e frias, mente mais acelerada e respiração rápida e superficial são similares entre o positivo e o negativo. O que altera é a maneira de lidar com esse estresse, pois ele deve impulsionar e não estagnar. "O estresse não vem para adoecer, mas para reequilibrar e restabelecer", confirma Diniz.




Ocorre quando o indivíduo interpreta a situação a ser enfrentada como um desafio e não como uma ameaça, pois percebe que os recursos (internos ou mesmo externos) que possui são suficientes para lidar com a situação. De acordo com Ana Maria Rossi, doutora em psicologia clínica, presidente da ISMA-BR (International Stress Management Association no Brasil) e co-presidente na Divisão de Saúde Ocupacional da Associação Mundial de Psiquiatria, o estresse positivo proporciona satisfação e prazer, enquanto o negativo gera dor, intimidação e ameaça. E por conta disso, há uma lista de benefícios provocados pelo estresse positivo que listamos com a ajuda dos especialistas: Melhora o desempenho; garante mais atenção; provoca mais empatia; aumenta a criatividade; ativa a memória e faz agir mais rápido.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:


Continue lendo


Últimas notícias