NEGÓCIOS -

Sebrae antecipa ferramenta de vendas e oferece curso online gratuito

Em tempo de pandemia, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná cria plataforma digital de vendas para o comércio enfrentar a crise

Walkiria Vieira - Grupo Folha
Walkiria Vieira - Grupo Folha

Referência em negócios bem planejados, o Sebrae /PR – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná, não dorme no ponto. Uma das novidades é o  market-place   batizado de Entrega Londrina, que é uma plataforma digital onde vários fornecedores se inscrevem e vendem seus produtos. Nesse caso, os comerciantes de Londrina, um dos objetivos é fortalecer o comércio da cidade.


Previsto para ser lançado no segundo semestre de 2020,  o Entrega Londrina foi idealizado pela ACIL  - Associação Comercial e Industrial de Londrina - e  tem como parceiros o Sebrae, e o apoio da Abrasel, APL de TI e Prefeitura de Londrina. Mas, por conta da crise do coronavírus, a ferramenta foi antecipada e estruturada em apenas uma semana para proporcionar soluções rápidas e práticas. De acordo com a consultora do Sebrae, Alessandra de Almeida, o mercado digital acolhe todo produto. "Cabe o bom senso de avaliar principalmente a entrega. Alimentos, por exemplo, devem ser entregues de forma rápida, assim como optar por uma plataforma que ofereça um diálogo com o cliente. Alimento é diferente de móveis, por exemplo e é necessário avaliar sua capacidade de logística", alerta.




.
. | iStock
 


Ter suporte para vender e entregar um curso online é tão importante como as promoções de beleza. Os vouchers de venda antecipada são exemplos nesse momento de pandemia. O profissional oferece um número de serviços com desconto e o clientes os adquirem. "Para isso, é fundamental  organizar gestão, fluxo de caixa, a estrutura que vai disponibilizar, estar atento a agenda distribuída até o fim do ano, assim como dar conta de atender as novas demandas, sem contar que que o cliente só vai fazer a compra se enxergar algum benefício em pagar agora e usar depois", ressalva. 


A consultora reconhece que a pandemia do Covid-19 tem exercido forte influência no modo de consumo. "O perfil do consumidor mudou, mais pessoas estão acessando a rede e muitos pequenos ou micro empresários se viram acuados e estão passando por esse processo de transformação." O primeiro passo, segundo Alessandra é buscar orientação e profissionais qualificados nesse período. Um dos cursos pelo Sebrae gratuitamente e online  é "Como manter as vendas durante a crise do coronavírus". Um dos argumentos é que é possível inovar no negócio para vender online e equilibrar a queda no consumo provocada pelo isolamento social.  "O objetivo é apresentar ferramentas disponíveis nesse universo da internet como aumentar o tráfego de clientes, assim como explicar as diferenças de market-place e Instagram". Para quem tem receio, Alessandra orienta que é preciso dar o primeiro passo e buscar apoio. "Estamos à disposição de quem está começando, é preciso desmistificar o medo e buscar capacitação nesse novo momento da economia", diz.


Serviço:

Sebrae PR: Fone: (43) 3373 8000

www.sebraepr.com.br




www.entregalondrina.com.br


Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo