|
  • Bitcoin 108.788
  • Dólar 5,2393
  • Euro 5,5146
Londrina

Economia

m de leitura Atualizado em 14/06/2022, 17:31

Vendas de veículos usados crescem 23% no Paraná

Demora na entrega de modelos zero quilômetro aumenta a demanda por usados e seminovos e revendedoras têm dificuldade para repor estoques

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 15 de junho de 2022

Simoni Saris - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Gustavo Carneiro
menu flutuante

Depois de um período de baixa nas vendas entre o final de 2020 e início de 2021, o mercado de veículos usados e seminovos voltou a aquecer e as concessionárias especializadas já começam a ter dificuldades para repor os estoques e atender à demanda do mercado. Balanço da Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores) divulgado no início do mês apontou alta de 24,9% nas vendas de maio na comparação com abril, totalizando 1.173.293 unidades comercializadas no país. No Paraná, o mercado acompanha o crescimento nacional, com alta de 23,2% em maio na comparação com o mês anterior e 96.250 veículos vendidos, segundo levantamento da Assovepar (Associação dos Revendedores de Veículos do Paraná). Foi o melhor mês de vendas do ano. 

As revendas de usados e seminovos estão otimistas com os resultados de 2022. “Vimos que o Paraná acompanha a média nacional, que registrou 24% de aumento no mês e, por isso, estamos otimistas com o mercado. As vendas estão estáveis e com leve crescimento e isso nos dá perspectivas positivas para os próximos meses”, disse o presidente da Assovepar, César Lançoni.      

“O mercado já deu uma aquecida, está retomando. O prazo para entrega de veículos zero quilômetro ainda não regularizou, mas começou a melhorar, já está menor, e isso faz com que volte o aquecimento dos seminovos. Vai girando o zero quilômetro na praça, o usado vai entrando para a gente e assim a roda gira”, observou o proprietário da Caldarelli Veículos, Maruam Caldarelli. Para os próximos meses, a expectativa do empresário é que as vendas se mantenham em alta. "O segundo semestre, via de regra,  já é melhor. E minha expectativa é muito boa."

Leia mais: https://www.folhadelondrina.com.br/economia/abrava-chama-reducao-do-icms-de-medida-tabajara-e-ameaca-greve-de-caminhoneiros-3206870e.html

Para Vinícius Fernandes, gerente da Castilho Veículos, loja especializada em veículos seminovos, a demora na entrega dos veículos novos pelas montadoras ajuda a explicar parte dos resultados contabilizados pelos revendedores de usados e seminovos. Dependendo da marca, comentou ele, o prazo entre a compra e a entrega pode chegar a oito meses, o que desestimula muitos consumidores, que acabam optando pelos usados. “As vendas estão boas desde dezembro do ano passado. A nossa dificuldade está em comprar carro. Não estamos conseguindo repor o estoque. Hoje, um carro popular na faixa dos R$ 30 mil, não encontra.” 

A Assovepar calcula que das 96.250 unidades vendidas em maio, 39,98% corresponderam a veículos com data de fabricação superior a 13 anos, chamados de “velhinhos”. “Vimos pelos números que os carros mais velhos, que são aqueles com maior frota nas ruas, foram os que mais deram grande impulso para o setor durante o mês”, comentou Lançoni. Na sequência, vem os “usados maduros”, com uma parcela de 23,34% das vendas, os “usados jovens”, com 22,80%, e, por último, os seminovos, com 13,88% do total das comercializações registrada no Paraná no mês passado.  

Apesar do resultado positivo, com um acumulado de 4.879.357 veículos usados vendidos de janeiro a maio de 2022, o número ainda está 19,1% abaixo do registrado nos primeiros cinco meses do ano passado, quando foram comercializadas 6.030.983 unidades. O presidente da Fenauto, Enilson Sales, acredita que as vendas nacionais irão encerrar o primeiro semestre deste ano em “equilíbrio ou lenta recuperação, sem grandes oscilações nas vendas, tanto para baixo quanto para cima”.  

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.