Três passos para superar a crise


Laís Taine - Grupo Folha
Laís Taine - Grupo Folha

Com a economia globalizada, os efeitos da pandemia em outros países também repercutem na rotina dos brasileiros. André Gobette Santana, professor do curso de economia da PUCPR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná), mencionou que, apesar de estarmos sentindo os impactos, os efeitos ainda são desconhecidos. Frente a isso, ele cita o estudo Gestão Empresarial em Tempos de Crise, elaborado pela Escola de Negócios da PUCPR, para apresentar três fases essenciais que as pessoas e empresas enfrentem esse momento. 


A primeira fase citada pelo estudo é a importância da sustentabilidade, mostrando que as empresas precisam fazer planejamento e realizar ações que não permitam a operação parar. “Vamos pensar em uma família, em que as pessoas perderam o emprego, então, é importante nesse momento que as pessoas busquem de alguma forma não deixar essa receita paralisar completamente”, aponta. 





Três passos para superar a crise
iStock
 


A segunda fase é a da inovação. “Para uma pessoa da família que perdeu o emprego, vale a pena olhar também para a situação que estamos vivendo e tentar buscar, avaliar, quais seriam as oportunidades de negócio. Uma pessoa que vendia pão em determinado local de maneira física, pode buscar outras formas de venda”, explica. “Agora é hora de experimentar, avaliar novos negócios, novas formas de trabalhar, novos serviços que estão sendo demandados", acrescenta.


A retomada é a terceira fase do processo. “Seria basicamente as pessoas planejarem a retomada das atividades, baseando-se realmente no que estamos vivendo", ensina. Isso porque o mundo após a pandemia pode trazer novos questionamentos e demandas. "Estamos percebendo muitas mudanças no comportamento da sociedade como um tudo, a gente acredita que de fato esse mundo pós-coronavírus pode ser diferente desse mundo que nós tínhamos há alguns meses atrás”, indica.  




CONTINUE LENDO:

Impacto altera comportamento e traz lições

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias