Sinduscon lança semana de debates sobre inovação na construção

Construtech Week reunirá hackathon, rodadas de negócios, simpósio latinoamericano e debates em Londrina a partir do dia 18

Fabio Galiotto - Grupo Folha
Fabio Galiotto - Grupo Folha

O Sinduscon-Norte (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Norte do Paraná) promoverá a partir do dia 18 deste mês a Construtech Week 2019, considerado o maior evento do setor no Estado. Serão sete dias de evento, que começará com o 2º Hackathon Construtech, seguido pela exposição de projetos acadêmicos no Calçadão, por rodadas de negócio e pelo Sibragec (Simpósio e Encontro Latinoamericano de Gestão e Economia da Construção), entre outros.


Sinduscon lança semana de debates sobre inovação na construção
Gina Mardones - Grupo Folha
 


A organização é de Sinduscon-Norte e Sebrae, com parceria do Senai e promoção do Icon (Governança da Inovação na Construção Civil do Norte do Paraná), além de patrocinadores. Vice-presidente do Sinduscon-Norte, Gerson Guariente Junior afirma que os participantes terão contato com ideias e soluções já no mercado que revolucionam um setor tido como conservador.




“Virão pesquisadores do Brasil e das américas do Sul e Central, para mostrar o que é feito de inovação e tecnologia nas academias, ou aplicadas diretamente à indústria da construção mundial. É para olharmos e ver que também podemos fazer”, diz Guariente. 


Guariente destaca a segunda edição do hackathon, que será entre os dias 18 e 20. Profissionais e estudantes trabalharão para encontrar soluções para problemas apontados pelo setor. Os três primeiros colocados receberão prêmios de R$ 5 mil, R$ 3 mil e R$ 1 mil e terão a chance de ter o projeto apoiado pela Icon.


Ele também afirma que haverá uma busca por maior proximidade com o público em geral, por meio da exposição de projetos acadêmicos de ensino superior de Londrina, no Calçadão. A expectativa é mostrar à população como funcionam as inovações na construção, que incluem realidade virtual. 


Um exemplo de sucesso é a startup Chronos Planejamento, nascida na primeira edição do hackathon. A CEO da empresa, Helena Takahara, afirma que o grupo ficou na terceira colocação no ano passado, mas chegou com uma proposta diferente da Chronos ao evento. “Tivemos umas três ideias durante antes de escolher uma”, conta.


A Chronos trabalha por assinaturas e está com testes em construtoras em Londrina, antes de lançar o produto no mercado. “Trabalhamos com gestão eficiente do canteiro de obras, porque existe muita dificuldade no controle entre o que foi planejado e o que foi executado, na comunicação entre administração e o canteiro”, afirma Takahara.


SETE DIMENSÕES

O Sebrae receberá no dia 22 a Rodada de Negócios Startups Village, que conta até o momento com as inscrições de dez construtoras-âncora, 30 fornecedores e dez startups. E, no dia seguinte, profissionais de vários países debaterão as principais novidades no Sibragec, no Hotel Blue Tree. 


O dia 24 será reservado para o Senai Experience sobre a plataforma BIM (modelagem da informação da construção, na sigla em inglês), que permite criar plantas de construção inteligentes em até 7D (sete dimensões), com as condições durante toda a vida útil da obra. “É uma tecnologia altamente transformadora, que permite pela primeira vez na história da construção civil que deixemos de fazer protótipos em todas as obras”, diz Guariente.


O engenheiro afirma que a plataforma permite que se antecipe tudo o que não é perceptível inicialmente em uma obra. “A partir de 2020 o comprador público necessariamente terá de comprar projetos na plataforma BIM”, conta, antes de lembrar que boa parte dos agentes públicos não sabem disso ainda.


No dia 25 os participantes terão o workshop “Construções inteligentes: o caminho para o futuro”, antes do jantar de encerramento.


Continue lendo


Últimas notícias