Setor fechou 8,8 mil vagas em janeiro O nível de emprego registrado no primeiro mês do ano apresentou uma queda de 2% sobre janeiro do ano passado e de 2,8% se a comparação for com dezembro – resultado negativo que representou o fechamento de 8,8 mil vagas na indústria paranaense. O nível de emprego registrado neste início de ano está praticamente igual à média de janeiro de 1992. Os gêneros que tiveram maior número de contratações em janeiro foram material de transportes, com crescimento de 1,3%, e produtos farmacêuticos com 0,9%. Entre os setores que mais demitiram estão as indústrias têxtil com redução de 9%, química com 7% e mobiliária com 5,5%. Entre todos os setores da indústria, 11 reduziram seus quadros de funcionários, impulsionados pela automação e pela terceirização de serviços. Outras oito indústrias tiveram crescimento. A liderança no emprego ficou por conta da indústria de materiais de transporte que empregou 43% mais funcionários, quando a comparação é feita com janeiro do ano passado. Assim como a geração de empregos, os salários dos trabalhadores também ficaram mais baixos. A queda foi de 3,5% sobre dezembro do ano passado. A utilização da capacidade instalada das fábricas está em torno de 75%. (C.M.)