Agência Estado
De São Francisco
O setor agrícola vem se mostrando um terreno fértil também para a Internet nos Estados Unidos. Foram lançadas dezenas de iniciativas na web desde meados do ano passado e atualmente cresce a aposta nos sites de comércio entre empresas, os chamados business-to-business. Atingidos por uma onda de investimentos, essas web-companhias estão agora em busca da internacionalização.
Um exemplo é o que está acontecendo com a TradingProduce.com, um mercado virtual para venda de produtos perecíveis. Formada há pouco mais de 1 ano, a empresa prepara o lançamento de subsidiárias em seis países. Os planos da TradingProduce.com decolaram com os investimentos feitos pela vTraction, espécie de incubadora de start-ups do Rabobank. A vTraction comprou 53% da empresa, que também recebeu recursos do fundo de investimento Bay Isle de San Francisco e de investidores privados do Silicon Valley.
O presidente da TradingProduce.com, Rob Bonavito, disse que o objetivo da empresa é se tornar um mercado global. ‘‘Por isso estamos escolhendo locais estratégicos para instalar nossas subsidiárias. Cinco já estão decididas: Austrália, Hong Kong, Coréia, Grã-Bretanha e Emirados Árabes. A sexta será na América Latina, provavelmente no Chile.’’
Seguindo a tendência de portais verticais na Internet, a TradingProduce.com está focando sua atuação na área de perecíveis. ‘‘Nosso objetivo é principalmente ser uma central de compra e venda para o comércio de alimentação.’’
Depois dos mercados de frutas e verduras, a empresa criou quatro novas divisões: tradingmeat.com (carnes), tradingfish.com (peixes), tradingfloral.com (flores) e tradingfoodandbeverage.com (alimentos e bebidas). ‘‘Desta maneira, o supermercado ou a indústria terá uma ampla oferta de fornecedores de perecíveis em um único site.
Um gerente de compras de uma loja não pode ficar navegando na Internet para fazer suas encomendas’’, afirma Bonavito. Ele acrescenta que não pretende entrar no mercado de grãos, que estaria nas mãos de grandes players mundiais e com tendências determinadas pelas bolsas de commodities.
O presidente da TradingProduce.com, Rob Bonavito, destaca que a melhor solução tecnológica vai vencer a competição entre os sites de e-commerce no setor agrícola.
O sistema funciona como uma bolsa eletrônica, onde só participam membros cadastrados. Referências de crédito de vendedores e compradores são checadas. Aceitos como membros, vendedor ou comprador entram no mercado on-line e podem fazer ofertas abertas ou para um determinado membro.