Assine e navegue sem anúncios [+]

Sebrae lança site para auxiliar na retomada econômica de Londrina

Visitantes encontram soluções que vão ao encontro das necessidades de quem encontra dificuldades no caminho do empreendedorismo

Simoni Saris - Grupo Folha
Simoni Saris - Grupo Folha

Para estimular os novos empreendedores e auxiliar empresários a se restabelecerem no mercado com o retorno gradual das atividades econômicas após o período mais crítico da pandemia, a Regional Norte do Sebrae/PR lançou, nesta quinta-feira (23), o site do Plano de Retomada da Economia de Londrina. No endereço www.retomadalondrina.com.br, acessível a qualquer cidadão, os visitantes encontram uma série de soluções pensadas a partir de pesquisas, levantamentos e dados que vão ao encontro das necessidades de quem encontra dificuldades no caminho do empreendedorismo. O endereço também oferece informações a quem está em busca de oportunidades de expansão. 


 

Sebrae lança site para auxiliar na retomada econômica de Londrina
Vivian Honorato/N.com
 


O site é uma das muitas ações conduzidas pelo Plano de Retomada da Economia de Londrina idealizado pela prefeitura e iniciado em outubro de 2020. O Sebrae conduziu a metodologia e a estruturação do plano foi feita por entidades que integram o Núcleo de Desenvolvimento Empresarial de Londrina. “Estamos disponibilizando a partir de hoje um site que vai congregar essas várias soluções em diversas áreas que vão atender as empresas londrinenses”, disse o consultor do Sebrae, Sérgio Ozório. 


O endereço virtual reúne diversas ações de estímulo ao empreendedorismo, como qualificação ao empresariado e de funcionários, benefícios fiscais, ações de mercado e compras públicas. Quem quiser empreender e está em dúvida sobre qual ramo escolher, pode consultar o resultado de uma pesquisa feita com a população de Londrina a partir da qual foram identificadas as principais carências de cada microrregião da cidade. Pelos dados disponibilizados no site, é possível saber onde há falta de farmácias, lotéricas, sacolões e outros serviços e negócios, indicando as melhores oportunidades para cada bairro. 


Ozório lembrou que no rastro da crise sanitária gerada pela pandemia do novo coronavírus, muitos profissionais enxergaram no empreendedorismo a saída para uma recolocação no mercado formal de trabalho, mas que o fortalecimento dos CNPJs impõe muitos desafios. Empresas já estabelecidas também enfrentam vários percalços no processo de retomada, especialmente aquelas atuantes nos setores mais impactados, como turismo e alimentação fora de casa. “Há uma série de ações que vão vir de encontro às necessidades de quem está com dificuldade nesse momento da Covid-19 e também para aqueles que buscam oportunidades de expansão.” 


Das cerca de 50 mil empresas em atividade em Londrina, 40 mil são MEIs (microempreendedores individuais), mas as informações disponibilizadas no site se adequam a todas as realidades, independente do porte da empresa. “Criamos um site de fácil manejo para que as pessoas possam ter acesso e buscar aquela solução mais adequada para o seu momento”, destacou o consultor. 


Por meio da Codel (Instituto de Desenvolvimento de Londrina) e da Garantinorte-PR (Sociedade de Garantia de Crédito), a prefeitura irá garantir empréstimos aos empresários dentro do Plano de Retomada Econômica. São 351 cartas liberadas para MEIs, micro e pequenas empresas, num valor total de pouco mais de R$ 19 milhões e valor garantido de R$ 14,8 milhões. “Londrina vem como pioneira nessa retomada, então cria um ambiente muito favorável para quem quer abrir seu novo negócio. A cidade hoje está preparada para atrair e receber novos investimentos”, disse o presidente da Codel, Bruno Ubiratan. 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo