Sebrae lança capacitação para empresas de turismo do Norte Pioneiro

Conteúdo on-line que será lançado nesta terça visa preparar pequenos empresários a adotarem condutas seguras na retomada, com o objetivo de impulsionar a jornada de experiência do cliente

Reportagem local
Reportagem local

Uma jornada de capacitações gratuita e focada em preparar empresas do setor de turismo para a retomada das atividades de forma segura e rentável. O Programa Turismo Norte Pioneiro será lançado pelo Sebrae/PR nesta terça-feira (29), às 19 horas, para produtores rurais, empresas de alimentação fora do lar, transporte, hospedagem, eventos, agências de viagens e serviços turísticos. As inscrições estão abertas e podem ser feitas no site do Sebrae/PR. As atividades serão realizadas entre os meses de outubro e novembro. As informações são da Agência de Notícias Sebrae.



Sebrae lança capacitação para empresas de turismo do Norte Pioneiro
Lis Sayuri/Arquivo FOLHA
 



O Norte Pioneiro é considerado uma das 14 regiões turísticas do Paraná. Segundo informações da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), entre os atrativos estão a Represa de Chavantes, conhecida como Angra Doce, em Ribeirão Claro, que apresenta potencial para o turismo náutico e de aventura. O Rio das Cinzas, em Tomazina, é outro destaque, assim como o Parque da Mina Velha, em Ibaiti, com antigas minas de carvão. 




O patrimônio cultural da região é representado por edificações religiosas, que integram a Rota do Rosário, como a Festa de Bom Jesus da Cana Verde, em Siqueira Campos, as pinturas de Eugênio Sigaud da Catedral Diocesana de Jacarezinho e o Santuário de São Miguel Arcanjo, em Bandeirantes, onde uma vinícola produz vinho canônico. As características produtivas e naturais do norte pioneiro atraem atividades de turismo rural e lazer, com visitas a antigas fazendas produtoras de café, que fazem parte do roteiro da Rota do Café. 


A consultora do Sebrae/PR, Camila Eduarda dos Santos, explica que no lançamento do programa, com palestra sobre “O turismo em tempos de Covid-19”, a instituição vai apresentar informações sobre o cenário atual do setor turístico na pandemia, cuidados que precisam ser tomados para o retorno das atividades e quais oportunidades podem ser trabalhadas para atrair turistas para o Norte Pioneiro, movimentar o comércio e toda a economia da região. 


Segundo Camila, a jornada digital será dividida em duas partes e trabalhará a conduta segura para as atividades turísticas e também o impulsionamento dos negócios. As empresas interessadas vão conhecer os protocolos de prevenção da Covid-19 para proteção de colaboradores e clientes. Na sequência, participarão de cinco oficinas focadas na melhoria da jornada de experiência do turista. O programa prevê, ainda, duas horas de consultorias individuais. Ao todo, serão 16 horas de capacitação. 


“Mais do que estar no digital, qual será o diferencial da empresa do setor de turismo?”, questiona a consultora, que acrescenta que o treinamento vai ajudar os empresários a entregarem uma proposta de valor capaz de atender as necessidades do perfil dos clientes, usando ferramentas corretas para entregar uma experiência “encantadora”. “Com esse programa queremos fortalecer o norte pioneiro como potencial turístico no Paraná e Brasil”, afirma. 


São parceiros do programa a Associação Turística do Norte Pioneiro do Paraná (Atunorpi), Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais do Norte Pioneiro (Cacenorpi), Ponto de Atendimento ao Empreendedor de Andirá e Salas do Empreendedor do Norte Pioneiro. 


A Atunorpi vai assessorar as empresas inscritas na jornada digital a validar a inscrição no Cadastur, o Sistema Nacional de Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos, que visa ordenar, formalizar e legalizar os prestadores de serviços turísticos no Brasil. 


O presidente da Atunorpi, Welington Trautwein Bergamaschi, diz que a maioria das empresas do setor buscou se adaptar durante a pandemia para manter os empreendimentos ativos e oferecer aos consumidores a melhor experiência possível para o momento. “Mas é importante se atualizar, estar alinhado ao mercado e, principalmente, validar os procedimentos para fortalecer o turismo no norte pioneiro do Paraná”, opina. 




Para o presidente da Cacenorpi, Gilson Morais, a capacitação é um “presente”, já que os comerciantes têm enfrentado muitos desafios em meio à pandemia. “A ideia da jornada é fortalecer as empresas do turismo, como bares, restaurantes, hotéis e atrair mais turistas para a região. Isso vai aquecer o comércio local, que também precisa oferecer um atendimento diferenciado para esses clientes”, pondera.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:

Últimas notícias

Continue lendo