Apesar da produção leiteira nacional passar pelo período de entressafra, a safra de inverno da região Sul impulsionou o aumento de 3,8% no Índice de Captação de Leite do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Esalq/USP (Cepea) em agosto frente a julho. No entanto, mesmo com o aumento, o índice ficou num patamar 4,7% inferior ao registrado em agosto de 2010.
De acordo com a pesquisadora do Cepea, Aline Barrozo Ferro, a produção de aveia nos estados da região Sul possibilitou a alimentação mais reforçada do gado e o consequente incremento da produção. ''Já estava previsto para agosto o pico da produção no Sul'', revela. Em agosto, houve aumento de 6,3% na captação de leite entre os produtores sulistas em relação a julho, considerando-se a média ponderada dos três estados. No Paraná, a captação sofreu redução de 1% em relação ao mesmo período do ano passado e aumento de 6,5% em comparação a julho deste ano.
Em contrapartida, a oferta de leite se mantém relativamente baixa nas demais regiões produtoras do Sudeste e Centro-Oeste. ''Não tem leite sobrando no País'', lembra Aline. Outro fator responsável por manter o índice de captação reduzido foi o clima no Sul, que não permitiu a concretização das expectativas iniciais que apontavam um aumento de 15% na safra. ''As temperaturas baixas e as geadas que ocorreram no Sul prejudicaram a safra de inverno'', argumenta a pesquisadora.
Diante desse cenário de disputa por matéria-prima entre os laticínios, o leite sofreu valorização de 2,5% (cerca de R$ 0,02 por litro), chegando a R$ 0,8912/litro na média nacional. O aumento no valor médio pago ao produtor em setembro, referente à produção de agosto, ocorre após uma estabilidade registrada nos dois últimos meses. No Paraná, houve aumento de 2,5% (também R$ 0,02 centavos por litro) em setembro, com média de R$ 0,8770/litro.
Em relação a setembro do ano passado - que teve o preço mais baixo dos últimos quatro anos - o preço médio do leite no País registrou aumento de 20% em 2011. Já ao contabilizar a média de janeiro a setembro, o preço pago ao produtor ficou aproximadamente 9% acima da média de 2010.
Expectativas
Levantamento do Cepea aponta que a produção de leite em setembro deve ter novo aumento nos três estados da Região Sul. Quanto aos preços a serem pagos aos produtores em outubro (referente à produção de setembro), 52% dos entrevistados esperam estabilidade de preços, enquanto 34% prevê queda nos valores e 14% acreditam em nova alta de preços. ''Essa previsão está relacionada à expectativa da volta da safra e do período de chuvas no mês de outubro, o que deve acarretar em produção maior de leite'', esclarece Aline.

Imagem ilustrativa da imagem Safra de inverno no Sul aumenta oferta de leite