|
  • Bitcoin 103.142
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

BOLSONARO X PETROBRAS:

m de leitura Atualizado em 17/06/2022, 17:36

Relembre frases ditas por Bolsonaro sobre combustíveis em 2022

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 17 de junho de 2022

Folhapress
AUTOR autor do artigo

Foto: Isac Nóbrega PR
menu flutuante

São Paulo  - Além de criticar os estados pela cobrança de ICMS sobre os combustíveis, o presidente Jair Bolsonaro (PL) dirigiu, em 2022, ataques à Petrobras e à política de preços da estatal. E, em diversas ocasiões, o presidente defendeu a privatização da empresa como saída baixar os preços dos combustíveis.

Nesta sexta-feira (17), a Petrobras anunciou reajustes de 5,2% no preço da gasolina e de 14,2% no preço do diesel, alegando que o mercado de petróleo passou por mudança estrutural e que é necessário buscar convergência com os preços internacionais.

Após 99 dias sem aumentos, o preço médio da gasolina nas refinarias da estatal passará de R$ 3,86 para R$ 4,06 por litro. Já o preço do diesel passará de R$ 4,91 para R$ 5,61 por litro. O último ajuste ocorreu há 39 dias.

Relembre, abaixo, uma seleção de frases ditas por Bolsonaro em 2022 sobre os combustíveis.

"A privatização da Petrobras é muito difícil. Correndo tudo certo, levaria uns quatro anos. E você tem que modular isso aí, não pode simplesmente quem pagar mais vai levar. Você tem hoje um dia um monopólio estatal aqui dentro, ia ter um outro monopólio privado aí fora"

Em entrevista ao canal Terraviva, no dia 6 de junho 

"O mundo todo vem sofrendo consequências, entre elas inflação, em especial dos alimentos e do combustíveis. Isso não é algo que acontece apenas no Brasil, mas a gente conta com a população, com a sua resiliência, com a sua fé e a sua força"

Durante visita à "Bahia Farm Show", em 31 de maio, em Luís Eduardo Magalhães, no interior da Bahia 

"É uma caixa-preta muitas vezes, você não tem informação. O tal do PPI, queremos saber a mecânica disso"

Em entrevista a Sikêra Jr, da TV A Crítica, em 30 de maio

"É um crime se cobrar um real de ICMS por litro de óleo diesel. Como alertei no mês passado, a Petrobras pode quebrar o Brasil com isso"

Durante entrevista coletiva, em 30 de maio, para tratar das ações do governo federal em auxílio às vítimas das enchentes que mataram dezenas de pessoas em Pernambuco 

"Sempre aquele discurso fácil, salvar, ajudar, a gasolina vai voltar a R$ 3. No mundo todo está R$ 12, só aqui vai voltar a R$ 3"   

Em conversa com apoiadores divulgada, no dia 24 de maio, no cercadinho da Alvorada 

"Ninguém vai tabelar preço de combustível nem intervir na Petrobras. O que eu acho que Petrobras poderia fazer, tem um artigo constitucional que fala da finalidade social da Petrobras. Não está sendo levado em conta. A paridade internacional só existe no Brasil"   

Durante passeio de moto por Brasília, em 15 de maio 

"Eu espero, nos próximos dias, com as mudanças que fiz no Ministério das Minas e Energia, que nós consigamos mexer com a Petrobras, fazer com que ela cumpra o dispositivo constitucional, que fala do fim social da empresa"  Durante encontro com lojistas em Campos do Jordão, em 13 de maio 

"Petrobras, não aumente mais o preço dos combustíveis. O lucro de vocês é um estupro, é um absurdo. Vocês não podem aumentar mais o preço do combustível"   

Durante uma live no dia 5 de maio 

"E a questão da energia também: petróleo, gasolina. Um dos que menos aumentou de preço foi o Brasil"

Em evento no Palácio do Planalto, em 13 de abril

Leia também: https://www.folhadelondrina.com.br/economia/petrobras-aumenta-gasolina-em-52-e-diesel-em-142-3207035e.html

"Tenho minhas críticas à Petrobras também. Não é aquilo que eu gostaria, não. O que eu puder fazer, não mando na Petrobras, não tenho ingerência sobre ela, o que a gente puder fazer, a gente faz"

A apoiadores, em 16 de março, em frente ao Palácio da Alvorada 

"A Petrobras demonstra que não tem qualquer sensibilidade com a população. É Petrobras Futebol Clube e o resto que se exploda"

Após mega-aumento nos preços dos combustíveis, em 12 de março 

"No mundo todo aumentou [preço dos combustíveis]. Eu não defino preço na Petrobras. Eu não decido nada, não. Só quando tem problema cai no meu colo"

A apoiadores no cercadinho do Palácio da Alvorada, em 10 de março 

"Os estados estão lucrando e muito com o ICMS dos combustíveis"

Durante live semanal, em 10 de fevereiro 

"Eu garanto para você, se a PEC passar, no segundo seguinte à promulgação, eu zero o imposto federal do Diesel no Brasil. Não quero brigar com o governador. Quero dar a chance para ele diminuir o ICMS se ele achar que pode diminuir"   

A jornalistas e moradores de Eldorado, interior de São Paulo, em 22 de janeiro

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1