O mercado imobiliário com foco em espaços corporativos vem registrando alta procura no pós-pandemia. Na região da avenida Faria Lima, em São Paulo, o maior centro financeiro do país, o preço do metro quadrado está em alta progressiva, o que também vem sendo observado em outras regiões potenciais do país. A retomada das atividades presenciais acelerou o interesse por espaços físicos e ressaltou uma tendência das empresas pela busca de instalações próximas aos fornecedores potenciais.

Mas, o interesse de quem procura hoje pelas ocupações físicas mudou. Os novos clientes querem espaços amplos que agreguem inovação, facilidades tecnológicas, integração com a natureza e localizados em áreas de acesso rápido a serviços, comércio e transporte. Além da relação entre produtividade e trabalho presencial, as empresas, em especial as de grande porte, precisam estar em evidência e a boa localização conta muitos pontos na atração de talentos, fechamento de negócios e convergência de parcerias comerciais.

A cidade de Londrina vem chamando a atenção de empresas que se relacionam principalmente com os mercados do agro, financeiro, saúde e tecnologia, interessadas também na logística e na atração de mão de obra local. “Essas empresas estão em busca de soluções do mercado imobiliário que ofereçam espaços amplos e possibilitem expansão a médio prazo, instalações que tragam comodidade aos colaboradores, tecnologias que criem facilidades de conexão, e ambientes que favoreçam qualidade de vida, integrados com a natureza e com espaços colaborativos”, destaca Bruno Khouri, diretor do Grupo Catuaí, que junto com o Grupo Galmo, empresas tradicionais da cidade, lançaram recentemente um moderno complexo empresarial localizado na zona sul de Londrina.

A região está entre as que apresentam maior potencial de crescimento nos próximos anos e promete ser palco de uma grande expansão de novos empreendimentos verticais. O Catuaí Corporate conta com vista privilegiada e está interligado ao Catuaí Shopping, o que favorece aos ocupantes do empreendimento o acesso a uma completa gama de conveniências, produtos e serviços.

Projeto Catuaí Corporate está em obras na zona sul da cidade
Projeto Catuaí Corporate está em obras na zona sul da cidade | Foto: Projeção

Já em obras, o projeto considera as tendências do mercado pela busca de espaços comerciais modernos e inovadores, mais ventilados, com praça, área verde, café e áreas de descompressão, propiciando aos colaboradores mais qualidade de vida no trabalho. A previsão é que mais de 5 mil pessoas trabalhem no local todos os dias, além da circulação de fornecedores e clientes.

O projeto foi desenvolvido por um dos mais importantes escritórios de arquitetura do país, a Aflalo/Gasperini arquitetos, com atuação no Brasil e no exterior, e o paisagismo leva a assinatura do renomado arquiteto Daniel Nunes, reconhecido pela capacidade em posicionar as espécies vegetais como elementos arquitetônicos vivos para a criação de espaços de uso e contemplação. No seu currículo estão mais de 750 projetos residenciais, comerciais, fazendas, spas e empreendimentos corporativos, em variadas escalas e tipologias.

A versatilidade do empreendimento, composto de duas torres com 17 pavimentos tipo e cobertura duplex, considera o uso por diversos tipos e portes de atividades profissionais, desde sedes corporativas à médias e pequenas empresas, em espaços que vão de 52 metros quadrados às lajes de 639 metros quadrados privativos. Ao todo, são 590 vagas de garagens dispostas em cinco pisos de sobressolo, sendo 135 vagas rotativas com port-cochère, e lobby com pé-direito de sete metros de altura.

“O nosso objetivo foi desenvolver torres comerciais que contribuíssem com um mundo melhor para se viver, trabalhar, compartilhar, e com mais qualidade de vida. Acreditamos que através do investimento em grandes ideias e alta tecnologia construtiva podemos alcançar mais eficiência e sustentabilidade nos empreendimentos, além de oferecer ao mercado projetos cada vez mais inovadores e funcionais”, aponta Fernão Galindo, presidente do Grupo Galmo.

Sobre o Grupo Catuaí

O Grupo Catuaí originou-se em 1974, na cidade de Londrina, estado do Paraná, por seu sócio fundador Alfredo Khouri, através da Construtora Khouri, e atuou em diversas áreas entre shopping centers, construção civil, incorporação imobiliária, varejo, agronegócio, indústria têxtil, saúde e entretenimento, em diversas geografias do território nacional, além de Uruguai e Argentina. Atualmente, o foco do grupo é a gestão financeira e imobiliária patrimonial, além do desenvolvimento imobiliário, administração de shopping centers e construção civil. Com uma história de quase 50 anos de experiência e liderado pela 2ª geração, o grupo utiliza-se de seu vasto capital intelectual, além de acervo técnico, para gerar solidez de seus projetos no médio e longo prazo.

Sobre o Grupo Galmo

Fundado em 1979, é pioneira no mercado imobiliário do norte do Paraná. Ao longo de mais de 40 anos construiu uma marca sinônimo de alto padrão, inovação e credibilidade. A missão da grupo é desenvolver, construir e administrar imóveis e empreendimentos imobiliários de alto padrão, com o propósito de disponibilizar à sociedade produtos e serviços de excelência no segmento imobiliário, promover o progresso de nossa região, e a construção de um mundo melhor. O Grupo atua nos segmentos residencial, comercial e de shopping centers, desenvolvendo produtos destinados a venda e locação, sendo, atualmente, o principal desenvolvedor de empreendimentos comerciais em Londrina.