Preço do barril de petróleo baixa no mercado futuro France Presse De Nova York As cotações de petróleo fecharam em baixa ontem no mercado futuro de Nova York, em seguida a uma correção feita pelos operadores que consideraram excessiva a alta recente, ao mesmo tempo em que ignoraram a greve do setor petroleiro venezuelano. A cotação do barril de referência (light sweet crude) para entrega mais próxima em abril fechou em baixa de 18 centavos, fixado em US$ 31,51. ‘‘O mercado reduziu os lucros dos últimos dias e que eram possivelmente excessivos’’, estimou Victor Yu, analista de Refco Energy, em Nova York. ‘‘Para as cotações baixarem foi suficiente que o ministro saudita de petróleo admitisse ontem a necessidade de um aumento na produção, além do anúncio de viagem do ministro de petróleo venezuelano aos países do Golfo, antes da reunião de cúpula da OPEP’’. ‘‘Reconhecemos que há uma necessidade de produção adicional’’, declarou o ministro saudista Ali Ben Ibrahin al-Nouaimi depois de uma reunião quinta-feira com os colegas do México e da Venezuela. Os países da OPEP (Organização de Países Exportadores de Petróleo) deverão decidir durante a próxima reunião, dia 27, em Viena, o destino do programa de redução da produção, aprovado há um ano. Nesse período, os preços triplicaram.