EMPRESAS Pesquisa indica pontos fracos Josoé de CarvalhoRECURSO HUMANORugenia Pomi: ‘‘Empresários têm que saber que seu maior patrimônio são os seres humanos’’ Cláudia Lopes De Londrina Conhecer todos os números de uma empresa é a melhor forma de administrá-la, segundo a diretora executiva do Instituto Saratoga, Rugenia Maria Pomi, que participou de um evento na semana passada, em Londrina, promovido pela ABRH/PR – Regional Norte. Anualmente, o instituto realiza uma pesquisa empresarial a fim de levantar números como faturamento per capita e despesa operacional per capita. ‘‘Com os números disponíveis, o departamento de Recursos Humanos pode negociar melhor com a gerência a real necessidade de demissões’’. Para Rugenia, os empresários têm que lembrar que seu maior patrimônio são os seres humanos. ‘‘É preciso considerar inclusive quanto custa cada vaga aberta. Às vezes, a empresa tem prejuízo em não repor uma vaga já que as pessoas ao redor ficarão sobrecarregadas’’. Rugenia lembrou que as empresas americanas com melhores resultados são as focadas em valores financeiros e bem estar. ‘‘São as empresas que compartilham seus resultados com acionistas e empregados’’, afirmou. ‘‘Se economizarem, os funcionários sabem que vai sobrar mais para eles’’. Segundo pesquisa feita pelo Saratoga no ano passado – considerando o ano de 98 – com 99 empresas brasileiras de 12 segmentos, o faturamento per capita destas empresas aumentou 11% em relação a 1997, passando de R$ 206.561 para R$ 229.932. ‘‘Mas a despesa per capita aumentou 19% neste período, de R$ 176.711 para R$ 210.099’’, disse Rugenia. ‘‘Isso apontou a necessidade de redirecionar os recursos’’, argumentou. Maiores informações sobre a pesquisa pelo fone (0XX) 11-885-8644.