Informações para esta coluna pelo e-mail
[email protected] ou pelo fax (041) 253-3692.



O País continua crescendo
A recuperação da economia brasileira, ancorada na flexibilização do câmbio, na redução das taxas de juros e nas exportações, deve continuar ao longo do ano. Há, porém, que se tomar alguns cuidados, principalmente no controle da inflação, que precisa ser mantida próxima dos 6% ao ano, conforme o acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI). É preciso lembrar que a inflação, por incrível que pareça, não deve cair muito, porque o governo também precisa de inflação para manter as receitas nos níveis acordados com o FMI. Por isso deve permanecer nos 6% ou 7% ao ano, o que significa que está sob controle. Para que essa recuperação econômica não sofra solução de continuidade, o economista do Conselho Regional de Economia (Corecon), Gilmar Mendes Lourenço, destaca a necessidade de uma maior queda nas taxas de juros, diminuição do custo da rolagem da dívida pública interna, acelerar a negociação das reformas junto ao Congresso Nacional, principalmente a Tributária e a da Lei de Responsabilidade Fiscal (a que coloca estados e municípios nos eixos na gestão dos recursos públicos) e a estabilidade internacional. Deve haver uma continuidade na recuperação econômica internacional com um pouco de desaceleração da economia americana, para que haja um crescimento nas economias da Europa e do Japão. E, por último, que não ocorram mais crises financeiras como as do México (1994), Ásia (1997), Rússia (1998) e Brasil (1998/início de 99)
Olho na logística
O comércio eletrônico, incluindo sistemas de informações logísticas, será fundamental para garantir a competitividade no mundo globalizado. Palavras do presidente da Federação das Indústrias do Paraná, José Carlos Gomes Carvalho, durante o seminário ‘‘Tendências do Comércio Eletrônico’’, realizado ontem, no Cietep, em Curitiba. Carvalho é dono de uma empresa de logística e está preparado para o assunto.

Portfólio Telepar
A Telepar lançou ontem, em Curitiba, seu portfólio de serviços de comunicação de dados.

Negociador
Conselho Regional de Administração do Paraná realiza amanhã e depois, em Curitiba, o curso ‘‘Negociando com Sucesso’’. À frente está o administrador Ernesto Artur Berg, que mostrará como melhorar o desempenho profissional e a eficácia no trabalho, através do conhecimento e utilização dos processos envolvidos na negociação gerencial. Informações pelo telefone (41) 243-5050.

Apertando parafuso
A partir de agora o cliente que tem um carro na oficina mecânica pode acompanhar o desenvolvimento dos serviços sem sair de casa. Para saber como está o reparo em seu automóvel, basta acessar o endereço www.dpeticar.com.br e seguir as instruções do site. Muito simples.

Corpo a corpo
Maria Christina de Andrade Vieira, da Andrade Vieira, Arte, Cidadania, promete trazer, de Brasília, novidades para o mercado paranaense. A empresária estará fazendo um ‘‘corpo a corpo’’ para viabilizar programas de interesse do estado.

Natural colors
Dia 28, no Bice Ristorante, em Curitiba, O Boticário estará lançando a linha de maquiagem natural colors, onde garante que respeita e valoriza todas as etnias.

Assinatura digital
Banco do Brasil implanta a ’’assinatura digital’’, tecnologia fundamentada no princípio da criptografia, que garante o máximo de privacidade ao usuário. O conceito é baseado em um ’’par de chaves‘‘ criptográficas, uma pública e outra privada. A pública serve para checar a identidade do usuário ou codificar mensagens que apenas ele terá acesso. A privada, de responsabilidade do cliente, permite que ele assine digitalmente as transações.

Big da TIM
Marco De Benedetti, executivo mundial da TIM, anuncia hoje, em Curitiba, os projetos e investimentos da companhia para este ano. Fala sobre as expectativas de atuação e crescimento no Brasil, especialmente no Sul do País, e revelará os serviços que serão lançados em 2000, além de explicar como fica a TIM com a entrada da Banda C no mercado de telefonia móvel do Brasil.

Recursos ao HC
Deputados federais Luciano Pizzato, Werner Wanderer, Max Rosemann e Abelardo Lupion, acabam de ser homenageados pela direção do Hospital das Clínicas. Através de emendas ao orçamento federal, eles conseguiram destinar mais de R$ 30 milhões para a compra de equipamentos e manutenção do hospital, que continua sendo uma referência no País. Como se nota, nem todas as notícias sobre políticos são negativas.

Fale com a gente
Por falar em política, a Internet é a nova arma de contato com o eleitor este ano. Vários deputados e vereadores estão dedicando tempo para cuidar, com carinho, de suas home-pages na rede mundial de computadores. Eles aproveitam a mídia eletrônica para apresentar idéias, debater questões da cidade e se apresentar ao eleitor através do espaço virtual.

Mordaça
Se for mesmo aprovada a Lei da Mordaça, prefeitos e vereadores que estão sendo denunciados pelo uso irregular do dinheiro público vão festejar. Acontece que a iniciativa, além de impedir juízes de se manifestarem, também impede declarações de membros do Tribunal de Contas e do Ministério Público sobre processos. A punição vai desde a perda de cargo até a prisão por até seis anos. Nenhum regime ditatorial seria tão feliz em propor uma lei com esse teor, que tem como um dos autores o senador Jorge Bornhausen (PFL-SC).