Pedro Ribeiro Livre Iniciativa Informações para esta coluna pelo e-mail [email protected] ou pelo fax (041) 253-3692. Os empresários e as ações sociais Recente pesquisa, realizada pelo Boletim Clima Empresarial da Boucinhas & Campos, mostra que 76% do empresariado nacional consideram a educação como foco prioritário de suas ações sociais. A saúde é prioritário para 16% dos entrevistados, enquanto que o meio ambiente é defendido por 6%. Um dado bastante significativo é o de que 35% dos empresários admitiriam ex-penitenciários em suas corporações. Apesar de 57% não admitirem a contratação de ex-presidiários, o número de companhias dispostas a ter pessoas com passagem pelo sistema penitenciário em seu quadro de funcionários pode ser considerado bastante expressivo. 72% também mostraram-se receptivas às pessoas de terceira idade. Apenas 24% disseram não estar propensas a ter idosos trabalhando por elas. Segundo a pesquisa, 51% das empresas ouvidas participam de campanhas de cunho social, contra 45% que ainda não aderiram à tendencia. 4% não responderam. A pesquisa constatou que 15% das empresas proporcionam oportunidades de lazer aos seus funcionários durante o expediente, contra 53% que não. Ao todo, foram ouvidos 271 empresários de várias partes do País, dos setores de indústria, serviços e comércio. Educação ‘‘O Aprendiz do Futuro’’. Um tema inquietante que, se bem conduzido, pode traçar um panorama atual da educação no Brasil e no mundo, antecipando tendências e perspectivas para o século XXI. Quem entra na discussão do assunto é o jornalista Gilberto Dimenstein, que ganhou notoriedade internacional com uma série de reportagens sobre a prostituição infantil na Amazônia, em 1991. Ele estará dia 16 em Curitiba quando fará palestra no Teatro Fernanda Montenegro a convite da Associação Brasileira de Recursos Humanos do Paraná. Liberalismo José Pio Martins, vice-reitor do Centro Universitário Positivo, profere palestra segunda-feira para integrantes do Conselho de Jovens Empreendedores da Associação Comercial do Paraná. ‘‘O que é liberalismo afinal de contas?’’, é o tema que o economista abordará durante o debate. Conheço o Pio Martins e por várias vezes estivemos junto debatendo liberalismo e macroeconomia. Um consultor renomado que se dedica à Universidade Positivo porque aposta na qualidade do ensino futuro. Comércio de safras ‘‘As Condições de Comercialização das Safras 1999/2000’’ é o tema central do III Seminário de Conjuntura Agropecuária a ser realizado dia 23 de março, às 13h25min, no Hotel Sheraton Mofarrej, em São Paulo. As palestras serão transmitidas via satélite para Curitiba, Campo Grande, Porto Alegre e Goiânia. Elas serão apresentadas pelo ex-secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, José Roberto Mendonça de Barros. Novo motor Fiat A Fiat Automóveis lançará, dia 23, em São Paulo, a nova família Palio com motor Fire 1.3 16V. Desde a invenção do primeiro motor, no final do século 19, a Fiat não parou de evoluir e agora apresenta o Fire. Já a Volkswagen estará comemorando, terça-feira, em São José dos Pinhais, a produção de 13 milhões de veículos desde a inauguração da fábrica Anchieta (São Bernardo do Campo, SP), em 1959. Pet da Ouro Fino Água mineral Ouro Fino está lançando a embalagem Pet de 1,5 litro. A empresa quer atender as necessidades do mercado consumidor, já que a embalagem representa uma parte significativa nas vendas dos supermercados. Fundada em 1946, a empresa domina 70% do mercado paranaense e é a segunda maior marca de água mineral vendida no Brasil. Expansão Exal - Excelência em Alimentação, empresa de restaurantes industriais, está anunciando investimento de R$ 500 mil para este ano em remodelação e abertura de novas unidades. Leite nosso Produtores de leite do Paraná estão esfregando as mãos. Em pleno período de safra, os preços estão em alta, variando entre R$ 0,28 e R$ 0,30 o litro, conforme a região. No ano passado, o preço médio recebido pelo produtor foi de R$ 0,24 o litro. João Carlos Koehler, do Departamento de Economia Rural da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento, explica que empresas multinacionais, como Parmalat, Danone e Fleischman Royal, estão comprando leite no Paraná e transportando o produto para outros estados, como Rio Grande do Sul e São Paulo. Café verde O governo brasileiro altera o regime de registros de venda para exportação de café verde, encurtando em 30 dias o prazo de embarque do produto. A decisão tomada pelos ministros da Agricultura e Abastecimento, Marcus Vinicius Pratini de Moraes e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Alcides Tápias, visa a adequar o fluxo das exportações regulamentadas pelo regime de registro de venda às atuais circunstâncias de mercado. Anteriormente, o prazo de embarque empreendia o mês de registro e mais 60 dias.