Informações para esta coluna pelo e-mail
[email protected] ou pelo fax (041) 253-3692.

Laranja de ouro no mercado paranaense
Se a estiagem assusta os produtores de grãos, outro setor agrícola comemora aliviado o sucesso da safra 1999/2000. A Paraná Citrus, única indústria de suco concentrado e congelado de laranja do estado, localizada em Paranavaí, está encerrando o processamento da safra e confirma o aumento da produção de laranja pelo estado. Nesse período, a empresa registrou o recebimento de 4 milhões de caixas de 40,8 quilos da fruta (volume 125% superior ao do ano passado) entregues por cerca de 200 produtores da região. Segundo o presidente da Paraná Citrus, Claudomiro Sirotti, a estimativa da empresa, que começou a operar em 1994, é de uma expansão de 23% no recebimento de laranja, passando de 7 milhões de caixas. Desse volume, a maior parte será da safra local, que deverá atingir 4,2 milhões de caixas. O restante, cerca de 800 mil caixas virão de Rolândia e dois milhões de empresas do ingrato Estado de São Paulo. A empresa, hoje, gera 1.720 empregos diretos, faturou R$ 18 milhões na safra 1999/2000 e tem uma dívida de R$ 30 milhões, que está sendo renegociada junto agentes finaceiros.

Ar da graça
O novo empreendimento imobiliário, Alphaville Graciosa, já começa a dar o ar de sua graça. Questionada pelos danos ecológicos que poderia trazer à região, a construção do condomínio exigiu uma série de reestruturações na infra-estrutura local. Por exemplo, nesta segunda-feira, o presidente da Alphaville Urbanismo S.A., Renato de Albuquerque, e o superintendente, Nuno Lopes, apresentarão a obra de recuperação e alargamento da estrada da graciosa, patrimônio histórico do Paraná e principal via de acesso ao projeto urbanístico.

Código Florestal
Semana passada, a Medida Provisória 1.965-44 (reeditada 43 vezes) e o anteprojeto de Lei de Conversão, que trata das áreas de reserva legal e preservação permanente estiveram em pauta. Segundo dados do Sistema Fiep, Instituto Ambiental do Paraná e o Conselho Temático de Meio Ambiente, os convênios entre o estado e municípios garantiram o plantio de 28 milhões de árvores. A iniciativa privada garantiu 60% da reposição florestal e o estado e município outros 40%.

Falando grego
Cerca de 35% dos estudantes que fizeram o Enem (Exame Nacional de Ensino Médio) avaliaram as aulas de língua estrangeira nas escolas como péssimas ou ruins, enquanto 28% disseram que o ensino é regular e só um terço disse estar satisfeito. Os números do Enem reforçam a nova proposta do Grupo Positivo de terceirização do ensino de língua estrangeira, por meio do Centro de Línguas Positivo.

O prejuízo da cárie
O Brasil é o País com maior número de dentes cariados. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde. Além de ocasionarem outras doenças, os problemas bucais causam um impacto econômico muito representativo. Nos Estados Unidos, 7 milhões de horas de trabalho são perdidas anualmente em função de problemas bucais. No Brasil, são 56 milhões de horas perdidas.

Inepar e Videolar
A quinta maior companhia do mundo em operações de petróleo, gás e petroquímica, a Fina Technologies, vai entrar no mercado brasileiro de poliestireno por meio de uma parceria com a Inepar. A IESA, subsidiária da Inepar, será responsável pelo projeto de construção da fábrica para produçãode poliestireno, da Videolar, em Manaus. A Fina, terceira maior produtora desta matéria-prima no mundo, participa do projeto com transferência de tecnologia.

Plástico nacional
Com a fábrica da Videolar, onde serão investidos US$ 50 milhões, o Brasil estará dando um grande passo para a auto-suficiência na produção de poliestireno. Hoje, o País importa cerca de 150 mil toneladas do total de 400 mil toneladas de poliestireno que consome. A capacidade de produção da nova fábrica é de 240 mil toneladas. A Videolar será a primeira empresa de capital nacional a atual no mercado de produção de poliestireno no País.

Pitada paranaense
Com 25 anos de tradição na produção de temperos, a Rejane, empresa paranaense, está investindo R$ 1 milhão na modernização de seu parque fabril na Cidade Industrial de Curitiba. O processo, que teve início no ano passado, deve ser concluído em 2001.

Liberados
‘‘Na Lei atual, micro e pequenas empresas formadas por profissionais liberais são discriminadas quanto ao Simples’’, afirma Márcio Matos, deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores. Matos, enquanto o governo não defina nada com relação ao Simples, propõe mudanças que visam corrigir a discriminação imposta aos profissionais liberais.

A defesa
‘‘As micro e pequenas empresas, constituídas por profissionais liberais que comprovadamente mantenham vínculo empregatício, em conformidade com as leis vigentes de, no mínimo, um ano com trabalhadores de três ou mais atividades profissionais distintas devem usufruir dos benefícios do Simples’’, defende o deputado.

Cachaça qualificada
Será que ao pedir uma 51 no balcão do bar alguém se lembra de que a bebida é produzida em uma da empresas mais qualificadas do País? Provavelmente não, mas a Companhia Muller de Bebinas tem batido firme nesta questão. A implantação de um processo de aprimoramento da produção -que exigiu cerca de 20 meses para ser implementado e envolveu mais de 700 funcionários - e investimentos da ordem de R$ 1,5 milhão levaram a empresa a receber as certificações ISO 9002 (qualidade) e ISO 14001 (gestão ambiental).

Embriaguez mundial
Fundada há 40 anos, a Companhia Muller de Bebidas possui a maior destilaria individual de aguardente do mundo. Instalada em Pirassununga (SP), a empresa produz mais de 75 milhões de litros de aguardente por safra/ano. Há 10 anos a Caninha 51 é líder no mercado nacional de aguardente, com 36% de participação.