ALÍVIO -

Parceria possibilita crédito a empresários para capital de giro e investimentos

Convênio foi assinado entre Prefeitura de Londrina e Garantinorte e prevê empréstimos de até R$ 170 mil

Pedro Marconi - Grupo Folha
Pedro Marconi - Grupo Folha

A Prefeitura de Londrina assinou, nesta segunda-feira (1º), convênio com a Garantinorte. A parceria vai possibilitar a oferta de empréstimos a micro e pequenos empresários, além de autônomos, por meio de um fundo garantidor. O fundo conta com R$ 5 milhões em recursos do município e saldo da Câmara de Vereadores, que teve parte revertida para este fim. O padrão para empréstimo é de R$ 60 mil, porém, o valor pode chegar a R$ 170 mil. 


Convênio foi assinado na Prefeitura de Londrina nesta segunda-feira
Convênio foi assinado na Prefeitura de Londrina nesta segunda-feira | Foto: Vivian Honorato
 


A promessa é de taxa de 0,59% ao mês, para pagamentos em até um ano e meio. A carência para início dos pagamentos é de até seis meses. Caso a quitação passe de 18 meses, terá cobrança de mais 0,50% ao mês de CDI (Certificado de Depósito Interbancário). Três cooperativas e a Fomento Paraná vão ofertar o dinheiro aos interessados. As linhas de crédito podem gerar a R$ 50 milhões. Os empréstimos são para capital de giro, investimentos ou misto. 




“Este dinheiro não é a fundo perdido. Precisamos da seriedade das pessoas para que os recursos voltem à garantidora e possamos atender mais empresários. Não é só ir lá, pegar o empréstimo e não devolver”, alertou Rafael de Giovane Netto, presidente da Garantinorte, que é uma Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) para garantia de crédito. 


ESPERA

De acordo com o Sebrae, mais de 300 processos estão parados atualmente esperando liberação de verba para contratação. “Desde o início da pandemia aumentou muito a procura por crédito e os empresários relatam dificuldade para ter acesso. São empresas que afirmam que estão para fechar, pessoas que foram demitidas e querem abrir o próprio negócio”, apontou Fabrício Bianchi, gerente regional Norte do Sebrae-PR. 


A expectativa é de que os créditos ajudem na economia local e tenham um percentual de retorno aos cofres municipais. Matéria publicada na FOLHA recentemente mostrou que as perdas de arrecadação podem chegar a R$ 164 milhões por conta da crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus. “Vendedores ambulantes poderão contratar empréstimo, dono de escolas, academias, taxistas, empresários de eventos. É uma injeção de recursos na economia da cidade. Preserva empregos, mas não resolve toda a crise”, reconheceu o prefeito Marcelo Belinati. 


CONTRATAÇÃO

Os interessados em contratar o empréstimo devem procurar diretamente as cooperativas Sicredi, Sicoob e Cresol, a Garantinorte ou a Acil (Associação Comercial e Industrial de Londrina). “É melhor que a empresa possa chegar lá na frente ‘arranhada’, ‘machucada’, mas em pé. Que isso possa fazer nossa economia voltar gradativamente”, destacou o presidente da Acil, Fernando Moraes. Mesmo com aprovação da garantidora, as cooperativas podem negar o pedido. 


A Garantinorte encaminhará semanalmente a Codel (Instituto de Desenvolvimento de Londrina) os relatórios de operações aprovadas e todos os meses a relação dos procedimentos realizados 




SERVIÇO - Mais informações podem ser obtidas com a Garantinorte, no telefone (43) 3323-5031. 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo