Assine e navegue sem anúncios [+]

Otimismo marca expectativas para vendas de fim de ano em Londrina

Pesquisa encomendada pela Faciap mostra que comércio local é o mais confiante do Estado em relação ao bom desempenho nas vendas da Black Friday e de Natal

Reportagem local
Reportagem local

As vendas neste fim do ano no comércio paranaense têm tudo para ser motivo de comemoração entre lojistas e empresários do setor. É o que mostra o resultado da pesquisa divulgada pela Faciap (Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná) e pelas associações comerciais do Paraná, incluindo a Acil (Associação Comercial e Industrial de Londrina), nesta terça-feira (23). Segundo o levantamento realizado pela Datacenso em Londrina, Curitiba, Ponta Grossa, Maringá, Cascavel e Francisco Beltrão, os comerciantes estão otimistas tanto para a Black Friday quanto para o Natal.


 

Otimismo marca expectativas para vendas de fim de ano em Londrina
Gustavo Carneiro
  


A maioria dos entrevistados acredita que as vendas de 2021 serão melhores que as do mesmo período do ano passado, quando o movimento nas lojas físicas reduziu em função das restrições causadas pela pandemia e as vendas on-line aumentaram. A expectativa agora é de uma inversão no quadro, com um aumento nas lojas físicas e uma queda no comércio on-line. “Isso se justifica pelo avanço da vacinação, a melhora nos números da pandemia e com os consumidores sentindo-se mais seguros para sair às compras tanto na Black Friday quanto no Natal”, afirma o presidente da Faciap, Fernando Moraes.


Black Friday

Em relação a Black Friday, a pesquisa mostra que a maioria dos comerciantes paranaenses fará alguma promoção neste ano. A cidade com maior engajamento é Londrina, onde 78% dos lojistas pretendem aderir ao movimento tradicional da última semana de novembro.


Além disso, a maioria dos entrevistados acredita que as vendas da Black Friday deste ano serão superiores às do ano passado. Em todo o estado, a expectativa é de um crescimento de 16%. Isso porque comerciantes farão mais promoções e acreditam que as pessoas estão mais confiantes com as vacinas e a melhora nos números da pandemia.


Natal

Quando se trata do Natal, a pesquisa aponta que, em todo o estado, a maioria dos entrevistados também aposta em um maior número de vendas em relação às do ano passado. A expectativa é de um crescimento de 14% Segundo os comerciantes, as pessoas estão saindo mais e, portanto, o movimento está maior. “As pessoas estão mais animadas em gastar e fazer um natal melhor esse ano”, disse um dos entrevistados.


Comerciantes de Londrina também são os mais animados, já que 85% dos empresários na cidade estão com alta expectativa em relação às vendas. Em segundo lugar, estão os vendedores de Francisco Beltrão, com 78%.


“O que estamos vendo é a efetivação não só da retomada econômica, mas também da volta do ânimo dos comerciantes com a chegada desta época. É ótimo ver que eles - os de Londrina, principalmente -, estão esperançosos de que as vendas serão melhores. A campanha LondriNatal, realizada pela Acil, vem ao encontro desse movimento. A partir do dia 6 de dezembro, nossa cidade recebe uma programação especial para aquecer o comércio e oferecer diversão e lazer aos londrinenses. Comerciantes, consumidores, moradores, todo mundo sai ganhando”, destaca o diretor Comercial da Acil, Angelo Pamplona. 


Contratações temporárias

Em relação ao número de contratações, quase metade dos comerciantes paranaenses pretende aumentar o quadro de funcionários para o final do ano. Em Londrina, 61% dos comerciantes afirmam que vão contratar novos funcionários para atender a demanda na ocasião. Em contrapartida, 62% dos empresários de Ponta Grossa apontaram que não pretendem aumentar o quadro.


Para os comerciantes paranaenses que pretendem contratar, a maior parte será de mão de obra temporária, como em Francisco Beltrão, onde 84% dos entrevistados pretendem aumentar o quadro neste regime. No entanto, chama atenção o dado de Maringá, já que 46% dos entrevistados na cidade pretendem contratar funcionários efetivos. Mais da metade dos comerciantes paranaenses pretende contratar até 2 funcionários. Segundo a pesquisa, o número médio chega a 3 funcionários a serem contratados.


Expectativa para 2022

Com relação ao próximo ano, de maneira geral, a maior parte dos comerciantes paranaenses está esperançosa com o rumo do seu negócio, cujo índice apresentou leve queda (4%) em relação à pesquisa do Dia dos Pais. Os que mais acreditam em um futuro próspero são os londrinenses (91%), seguidos pelos beltronenses (85%)

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo