Números do governo fazem bolsa cair Agência Estado De São Paulo O superávit primário de R$ 1,457 bilhão não agradou os investidores da Bolsa: o mercado esperava resultados melhores. A resposta veio numa onda de realização de lucros que fez o índice Bovespa cair 370 pontos, com queda de 1,98%. A Bolsa oscilou sem tendência por toda a manhã, com períodos de altas e baixas. No período da tarde o índice começou a cair mais acentuadamente. As Bolsas de Nova York também contribuíram para a queda no final da tarde, quando, depois de um dia de alta volatilidade, apresentaram quedas. O volume negociado na Bolsa de São Paulo continuou baixo, com giro R$ 525,9 milhões. Segundo operadores, a semana foi atípica: nos três dias poucos investidores fizeram negócios e, para a maioria, o mês só deve começar na segunda-feira. Segundo um operador, como a Bolsa seguiu sem tendência e com volume baixo, a baixa de hoje não foi significativa. Ele espera que, na próxima semana, o índice volte a subir. Segundo analistas, o mercado continua tenso por conta da indefinição a respeito da taxa de juros norte-americana e do preço do petróleo. O Dow Jones, por exemplo, apresentou alta volatilidade durante todo o dia e caiu fortemente meia hora antes do final do pregão.