Muniz afirma que Brasil está avançando na hora de negociar Guto Rocha De Londrina O presidente da Associação dos Abatedouros Avícolas do Paraná (Avipar), Paulo Ferreira Muniz, afirmou que a decisão da Argentina mostrou que o governo brasileiro está conseguindo avançar na hora de negociar os interesses nacionais. ‘‘Quando o Brasil for negociar, é preciso colocar aos produtos argentinos as mesmas imposições que são feitas a qualquer produto brasileiro, e não só ao frango’’, comentou. ‘‘E assim mesmo a Argentina continuará a ter vantagens sobre o comércio com o Brasil, uma vez que ele sempre foram superavitários nas exportações de produtos agropecuários’’, observou. Quanto a vinda de técnicos argentinos para inspecionar a produção de frangos no Brasil, Muniz disse estar seguro que não haverá nenhum problema que venham a prejudicar as exportações de frango. ‘‘Estamos preparados para satisfazer as exigências sanitárias de qualquer comprador do mundo’’, afirmou. Segundo a Avipar, o Paraná exporta para a Argentina entre 500 e 600 mil toneladas de carne de frango.‘‘Isso representa aproximadamente 10% do volume enviado pelo Brasil àquele país’’, comentou Muniz.