Mostra de Arquitetura e Interiores começa nesta terça em Londrina

Evento terá mais de 60 ambientes planejados por profissionais renomados com a ajuda de fornecedores parceiros; MAI também terá programação cultural, moda e gastronomia

Mie Francine Chiba - Grupo Folha
Mie Francine Chiba - Grupo Folha

Começa na próxima terça-feira (12) a terceira edição da MAI (Mostra de Arquitetura e Interiores). Este ano, a mostra se consolida como a segunda maior do País em número de ambientes, atrás apenas da Casa Cor, em São Paulo. A mostra terá mais de 60 ambientes idealizados por profissionais renomados da área em um imóvel localizado no jardim Bela Suíça. 


A casa onde a Mostra será realizada é uma atração à parte
A casa onde a Mostra será realizada é uma atração à parte | Reprodução
 


A casa onde a Mostra será realizada é uma atração à parte. A construção do imóvel de número 1.087 da Rua Santiago começou 26 anos atrás. A obra já passou pelas mãos de diversos profissionais conhecidos da cidade, mas nunca foi terminada, tornando-se um ícone na região. Uma obra inacabada que será totalmente transformada pelos profissionais da Mostra e por fornecedores parceiros, que vão aproveitar o espaço para expor novidades e tendências da indústria de móveis, decoração, acabamento, revestimento, e outros em mais de 3,2 mil metros quadrados de área construída.




| Autor: Divulgação
 


A expectativa é que sejam movimentados mais de R$ 7 milhões em negócios durante a mostra. Nos dois últimos dias do evento, todos os produtos em exposição são vendidos com pelo menos 30% de desconto.


São mais de 500 empresas e cerca de 3 mil pessoas envolvidas diretamente no evento, seja no período de montagem quanto de exposição.


A organização espera a presença de 25 mil a 30 mil visitantes interessados em arquitetura, decoração e na ampla programação do evento, que inclui moda, programação cultural, gastronomia, entre outras atrações. No local, será realizada uma semana de moda com a participação de mais de 20 empresas locais e a venda de roupas, sapatos, acessórios de alto padrão. O visitante também poderá encontrar por lá dois restaurantes, um bar e uma cafeteria.


A entrada custa R$ 10 + um quilo de alimento ou R$ 20. Os alimentos serão doados a entidades que atendem pessoas carentes. Na última edição da MAI, foram destinadas mais de 20 toneladas de alimentos a seis entidades de Londrina.


O objetivo da mostra é movimentar o mercado de arquitetura e construção civil, afirma Renato Lincoln, um dos idealizadores da Mostra. Segundo ele, desde a sua primeira edição, a MAI cumpriu o papel de manter a marca de profissionais vivas no mercado, e cresceu tanto que está se tornando uma franquia. Outras edições da Mostra já estão sendo negociados em seis cidades do País.


Continue lendo


Últimas notícias