São Paulo - A quantidade de cana-de-açúcar moída pelas unidades produtoras da região Centro-Sul do Brasil do início da atual safra, em abril, até 31 de outubro somou 459,56 milhões de toneladas, queda de 8,31% ante 501,23 milhões de toneladas processadas no mesmo período da safra anterior. A informação é da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).
Segundo a Unica, na segunda quinzena de outubro, o volume processado somou 23,04 milhões de toneladas, retração de 1,50% em relação à quinzena anterior. No acumulado mensal, o recuo foi de 17,60%, com uma moagem de 46,43 milhões de toneladas em outubro, contra 56,35 milhões de toneladas no mesmo mês de 2010.
Com a aproximação da entressafra, menos usinas continuam em operação. Nesta safra, havia 310 usinas em atividade na região Centro-Sul. Destas, 89 já haviam encerrado suas atividades até a segunda quinzena de outubro; 186 devem finalizar suas operações no decorrer de novembro; e as 35 unidades restantes seguem moendo em dezembro.
A produtividade agrícola do canavial colhido na região Centro-Sul seguiu em queda. Dados apurados pelo Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) mostram que o rendimento agrícola atingiu 60,80 toneladas de cana-de-açúcar por hectare em outubro, redução de aproximadamente 13% quando comparada ao mesmo mês do ano passado. No acumulado do início desta safra até o final de outubro, a quebra agrícola alcançou 17,40% relativamente a igual período de 2010.
Produção
Do volume total de matéria-prima processada de abril até 31 de outubro, 51,58% destinaram-se à produção de etanol. Na segunda quinzena de outubro, esse porcentual foi de 51,51%. Destaque coube à produção de etanol anidro, que no acumulado desde o início da safra até outubro totalizou 7,49 bilhões de litros, volume que já supera os 7,41 bilhões de litros produzidos durante toda a safra 2010/2011.
A produção acumulada de açúcar somou 29,23 milhões de toneladas, contra 30,54 milhões de toneladas em igual período de 2010, quebra de 4,3%. Em relação ao etanol hidratado, o volume produzido alcançou 11,68 bilhões de litros, redução de 29,02% compara ao mesmo período da safra anterior.
Na segunda quinzena de outubro, a fabricação de açúcar ficou em 1,47 milhão de toneladas, queda de 23,52% em relação ao mesmo período de 2010/11, enquanto a produção de etanol alcançou 961,72 milhões de litros, queda de 30%, sendo 564,01 milhões de litros de etanol hidratado e 397,71 milhões de litros de etanol anidro.
ATR
A quantidade de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) por tonelada de matéria-prima alcançou 138,27 quilos na segunda metade de outubro, cifra 13,92% abaixo da observada nos primeiros 15 dias do mês (160,63 kg) e 11,66% inferior à verificada na segunda quinzena de setembro (156,52 kg). No acumulado desde o início da safra 2011/2012 até a mencionada quinzena, a concentração de ATR atingiu 137,83 quilos por tonelada de cana-de-açúcar, 2,70% inferior aos 141,66 quilos obtidos na safra anterior no mesmo período.

Imagem ilustrativa da imagem Moagem de cana recua 8,31% no Centro-Sul