ARROZ
Cerealistas de Apucarana, Maringá e Ivaiporã estão reduzindo suas compras de arroz no Rio Grande do Sul e comprando arroz no Uruguai, de melhor qualidade, praticamente pelo mesmo preço e tipo (agulha longo). O arroz gaúcho, sai de Uruguaiana por R$ 14,50/saca de 50 kg, em casca, e chega em Apucarana por R$ 23,00/24,00/saca de 60 kg, em casca. Viaja 1,4 mil km a R$ 2,50 por saca ou R$ 40,00/tonelada. Davi Menezes, tradicional cerealista de Apucarana, diz que dezembro e janeiro em geral são de pouca oferta, mas este ano o Rio Grande do Sul está ofertando mais, porém a qualidade não é tão boa.
CAFÉ
Mercado inalterado, com poucos negócios nas praças de Londrina, Cornélio Procópio e Maringá, prevaleceram os preços de quarta-feira: R$ 210,00 para cafés bebendo duro. Cafés sem descrição de bebida: R$ 175,00. Nova York fechou em baixa de 175 pontos.
FEIJÃO
Pequena reação de preços ontem em Pato Branco, Ivaiporã, Maringá, Apucarana e Ponta Grossa, acompanhando especulações do atacado paulista. Isto, porém, não refletiu, até agora, no preço ao produtor (veja tabela do Deral), nem na ponta do consumo.
MILHO
Leilão de milho da Conab, ontem, terminou às 18 horas e puxou o preço para cima mas vendeu apenas 59% do ofertado (55.464 t). Preço de abertura R$ 12,00. Médias de R$ 14,10/saca e R$ 15,10/saca. Preço máximo de alguns lotes chegou a R$ 16,30. Milho ofertado era da Bahia, Goiás, Espírito Santo e Minas Gerais. Os próximos leilões serão dias 13 e 20, todos com início às 9 horas. Mais informações no site www.conab.gov.br.
SOJA
As cotações da soja entraram em fase de estabilidade ontem, quinta-feira, depois de altas sucessivas desde segunda-feira, acumulando alta de 2,6% nas médias de Chicago. Com poucas ofertas, e diante da expectativa de novas altas, o mercado interno não movimentou grande volume de negócios. Preço ao produtor, ontem, variou entre o mínimo de R$ 18,00, em Cascavel, Maringá e Campo Mourão, e o máximo de R$ 18,50/19,00 em Jacarezinho, e R$ 19,00/19,50 em Ponta Grossa. Veja também preços do Deral, BCML e cotações.
BOI MAGRO
Preço de gado de reposição nos Estados do Paraná e São Paulo: garrote R$ 300,00/350,00/cabeça. Bezerro macho R$ 250,00/255,00/cabeça. Mercado se mantém aquecido puxando o preço da arroba do boi gordo. Veja preço do boi gordo nas cotações do Deral, quadro abaixo.
FRANGO
Associação dos Abatedouros de Avícolas do Paraná (Avipar) esteve reunida ontem, em Curitiba, para planejar o mercado no ano 2000. Entidade não prevê crescimento, exceto o motivado pela entrada de novas indústrias no Sudoeste. O preço do frango inteiro, limpo, resfriado, ontem, no Paraná, segundo a Avipar: R$ 1,50/kg.