Assine e navegue sem anúncios [+]

Londrina recebe projeto piloto de Centro de Inovação do Comércio


Reportagem local
Reportagem local

Na última quarta-feira (5), lideranças ligadas ao setor do comércio do Paraná e o presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), José Roberto Tadros, participaram virtualmente do lançamento do Centro de Inovação do Comércio, um projeto que servirá como base para a implantação de iniciativas semelhantes em todo o País e será sediado em Londrina. A expectativa é que o projeto entre em execução nos próximos 90 dias. 


 

Centro de Inovação do Comércio terá uma loja-conceito para empresários testarem soluções tecnológicas
Centro de Inovação do Comércio terá uma loja-conceito para empresários testarem soluções tecnológicas | Divulgação
 


O Centro de Inovação do Comércio pretende conectar empresas do varejo com soluções inovadoras e que promovam a transformação digital do setor. Será um ambiente de negócios, de desenvolvimento do setor varejista, de aceleração de startups, espaço de coworking, promoção de um ambiente colaborativo de inovação e empreendedorismo, com a realização de palestras, workshops, seminários, hackathons, networking e de abrigo de lojas conceito do futuro, que ofertarão soluções inteligentes para o varejo.


O centro ficará sediado no prédio do Sindicato do Comércio Varejista de Londrina (Sincoval) e um andar inteiro de 500m2 será preparado e adequado para receber empresários, com salas para locação e reuniões, treinamentos, loja conceito, café, espaço de convivência, coworking, auditório e deck externo.


Todas as ações que serão desenvolvidas no centro estão firmadas em seis pilares de atuação: Programa de Aceleração, Centro de Formação em Inovação, Loja Conceito, Rua Inteligente, Comunicação Digital e Base de Conhecimento e Replicação.


Na inovação, serão promovidas atividades de capacitação e educação empreendedora, rodadas de negócios, networking e eventos com players do varejo e empresas de tecnologia, workshops com aplicação prática de metodologias de inovação e empreendedorismos e desafios mapeados dentro da comunidade do varejo e das demandas dos comerciantes da Rua Sergipe, em Londrina.


A Loja-Conceito será uma estrutura física e também digital. A ideia é possibilitar que as empresas do varejo tenham acesso a soluções tecnológicas que possam ser aplicadas em seus negócios, ingressando no ambiente digital. A loja-conceito será projetada pelo Senac PR, que já possui outras estruturas do tipo.


A Rua Inteligente, que já está sendo implantada na Rua Sergipe, receberá novas tecnologias e a instalação de soluções de inteligência artificial e conectividade. A rua tradicional do comércio de Londrina será como um laboratório a céu aberto para testes de novos protótipos e experimentação de soluções inovadoras para o comércio local, com instalação de câmeras com reconhecimento facial, luminárias, e uma central de controle para gerenciamento de dados. Para este pilar, a ABDI e o Parque Tecnológico Itaipu estão investindo recursos na casa de R$ 4,4 milhões para mobiliários e capacitação dos empresários. Até o fim de 2021, as 12 quadras da Rua Sergipe deverão receber a instalação de todos os equipamentos.


A Comunicação Digital é outro pilar do projeto que será concretizada com a criação de um portal digital que terá o propósito de comunicar o que vem sendo realizado, compartilhar ações e iniciativas do centro e um banco de informações a ser pesquisado por outras cidades na aplicação de projetos posteriores.


A cidade de Londrina foi escolhida para sediar o Centro de Inovação do Comércio em virtude do seu ecossistema de inovação maduro e integrado. Além disso, já recebeu o Programa de Revitalização de Espaços Comerciais – uma parceria da Fecomércio PR e do Sebrae/PR –, tem um grupo de empresários da Nova Sergipe, um comércio com grandes empresas varejistas, a presença de diversas governanças setoriais, um espaço físico para abrigar o centro de inovação e é centro de eventos artísticos, culturais, de negócios e de agronegócios. 


São realizadores do projeto a CNC, o Sistema Fecomércio Sesc Senac PR e Sindicato do Comércio Varejista de Londrina (Sincoval Londrina e Região), com parceria do Sebrae/PR, Agência Brasileira de Desenvolvimento (ABDI), Prefeitura de Londrina, Fundação Araucária e Governo do Paraná.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo