Koch-Weser é o mais votado na 1ª prévia Agência Estado-Dow Jones De Washington O alemão nascido em Rolândia (Norte do Paraná)Caio Koch-Weser foi o mais votado na primeira votação informal entre diretores do FMI sobre quem será o próximo diretor-gerente. O segundo colocado foi o primeiro vice-diretor-gerente do Fundo, Stanley Fischer; em terceiro lugar ficou Eisuke Sakakibara, ex-vice-ministro das Finanças do Japão. O FMI revelou que o número de abstenções representou 36%. O comunicado da instituição diz que ‘‘com base nessa votação, os diretores executivos vão continuar suas consultas mútuas e com suas respectivas autoridades nacionais’’. O índice de abstenções indica que Koch-Weser não tem apoio suficientemente amplo. Indicado oficialmente pela União Européia na segunda-feira, o vice-ministro das Finanças da Alemanha teve seu nome vetado pelos EUA.