Gasoduto vai ligar Araucária a Paranaguá De Curitiba A Companhia Paranaense de Gás (Compagás) espera para os próximos 90 dias a conclusão de um Relatório de Impacto Ambiental (Rima) para começar a estender a distribuição de gás natural da refinaria de Araucária ao litoral e posteriormente para o eixo Norte, que chegaria às cidades de Londrina e Maringá. A rede da Compagás atende hoje as cidade de Curitiba, Araucária, São José dos Pinhais, Campo Largo, Balsa Nova, Palmeira e Ponta Grossa, Com a nova extensão, passará a oferecer o serviço também para as cidades de Fazenda Rio Grande, São José dos Pinhais, Morretes e Paranaguá. A empresa contratada para realizar os estudos de impacto ambiental, principalmente no eixo que corta a Serra do Mar, é a Tetraplan Consultoria e Planejamento. Depois de concluídos os estudos, o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) deverá promover audiências públicas para explicar o empreendimento e ouvir a população. A Copagás espera concluir esta etapa até o final deste ano para então começar a construir a nova rede de gasoduto. Hoje, 13 empresas da Região Metropolitana de Curitiba já recebem gás natural via canalização num volume que alcança 120 mil metros cúblicos por dia. Em dezembro do ano passado, a distribuição era de 45 mil metros cúbicos/dia. A projeção da empresa é que para 2001 a Compagás esteja fornecendo meio milhão de metros cúbicos diários em gás natural para empresas de sete cidades da região sul e litoral. Depois disso, serão feitos estudos para levar o gasoduto também para as regiões Norte e Noroeste, ainda sem data prevista.