Fiat Lux vai investir R$ 10 milhões no País


Agência Estado
Agência Estado

RIO - O grupo Swedish Match, que controla os fósforos Fiat Lux, Olho, Ipiranga, Beija Flor e Pinheiro (que juntos detêm 50% do mercado brasileiro), além dos isqueiros Cricket, quer unificar a marca em todo o mundo. Como parte desse processo, a Companhia Fiat Lux de Fósforos de Segurança passou a se chamar Swedish Match do Brasil SA. ‘‘Mas as marcas dos produtos, que têm grande tradição no mercado, vão permanecer as mesmas’’, ressalta o sueco Ingemar Olsson, presidente da subsidiária brasileira.
De acordo com o presidente da Swedish Match do Brasil, R$
10 milhões serão investidos no Brasil nos próximos três anos. Parte disso será destinada às fábricas (duas de fósforos instaladas no Paraná e Pernambuco e outra de isqueiros localizada em Manaus) e outra nas florestas onde será introduzido o choupo, que vai substituir a araucária e o pinus na fabricação de fósforos.
Controlada pelo gigante sueco Volvo até maio do ano passado, a Swedisch Match alcançou a maioridade quando teve suas ações pulverizadas entre cerca de 250 mil acionistas, passando a ter cotação na Bolsa de Valores de Estocolomo e na norte-americana National Association of Securities Dealers Automated Quotations (Nasdaq). O grupo é formado por cem empresas e tem fábricas em 11 países.
Com a reestruturação mundial, a Swedish Match do Brasil,
que faturou cerca de R$ 60 milhões no ano passado, controlará todos os negócios na América Latina. Em 1996 o faturamento do grupo em todo o mundo alcançou R$ 1,3 bilhão e a perspectiva é dobrar esse valor dentro de cinco anos por meio de investimentos e aquisições.
Para isso estão programados investimentos anuais de US$ 80
milhões a R$ 90 milhões. A idéia, explica Ingemar Olsson, é incrementar as vendas das marcas conhecidas, adquirir novas empresas e atingir mercados promissores ou aqueles onde a empresa ainda não atua, como a China, Africa e Índia.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:

Últimas notícias

Continue lendo