|
  • Bitcoin 152.121
  • Dólar 5,0617
  • Euro 5,2708
Londrina

Economia

m de leitura Atualizado em 27/02/2022, 18:55

Empresas de turismo avaliam impactos da guerra na Ucrânia sobre os negócios

PUBLICAÇÃO
domingo, 27 de fevereiro de 2022

Joana Cunha - Folhapress
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Os efeitos negativos da guerra na Ucrânia devem afetar as empresas brasileiras de turismo com mais força só nos próximos meses. Por enquanto, o setor se sente relativamente protegido porque o inverno no hemisfério norte torna esta época do ano menos atraente aos viajantes.

Segundo a CVC, os destinos dentro do Brasil são mais demandados no verão por aqui.

Imagem ilustrativa da imagem Empresas de turismo avaliam impactos da guerra na Ucrânia sobre os negócios Imagem ilustrativa da imagem Empresas de turismo avaliam impactos da guerra na Ucrânia sobre os negócios
|  Foto: Gilson Abreu/AEN
  

Pelas estimativas da Cia Eco, o passageiro vai evitar o leste europeu, mas a expectativa otimista é que seja mantido o movimento de retomada das viagens para outros destinos neste momento da pandemia que começa a dar sinais de reaquecimento turístico.

"Haverá uma queda de demanda para a região. Isso é o previsível", afirma Denise Santiago, diretora da agência.

LEIA MAIS: 

Potencial do mercado de jogos de azar no Brasil ainda é incerto

Para Sergio José Maciura, dono da empresa de turismo Dnipró, especializada em viagens para a Ucrânia, não só o país invadido pela Rússia mas também seus vizinhos e o fluxo geral de turistas na Europa acabam saindo prejudicados.

Neste domingo (27), a União Europeia afirmou que fechará o espaço aéreo do bloco para aeronaves russas.

Antes do anúncio, ao menos 18 países da Europa e o Canadá já tinham determinado o fechamento do espaço aéreo em medidas que afetam voos operados pelas companhias russas Aeroflot e S7.

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.