|
  • Bitcoin 121.291
  • Dólar 5,0427
  • Euro 5,2130
Londrina

Finanças

m de leitura Atualizado em 07/02/2022, 08:22

Financiar, comprar à vista ou adquirir um consórcio? Saiba como planejar o seu 1º veículo

Definir o objetivo conforme o orçamento e escolher a modalidade da compra são importantes para tomar a decisão correta

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 07 de fevereiro de 2022

Bárbara Santos* estagiária
AUTOR autor do artigo

Foto: Freepik
menu flutuante

A ansiedade de adquirir o primeiro carro assim que se obtém a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) é comum entre os jovens motoristas, mas, por vezes, a emoção do momento sem planejamento financeiro pode se tornar um problema. Financiar, comprar à vista ou adquirir um consórcio? O primordial é alinhar as expectativas à realidade do orçamento na hora de escolher a modalidade da compra de seu veículo.

. .
. |  Foto: Freepik
 

Segundo um levantamento realizado pela B3, o financiamento de veículos em julho de 2021 registrou aumento de 10,6% em comparação ao ano passado. A opção de adquirir consórcios para obter veículos também apresentou alta nesse ano, representando o aumento de 24,4% em relação a 2020. As modalidades têm saldos positivos, porém possuem características diferentes.

No financiamento pelo CDC (Crédito de Direito ao Consumidor) o consumidor faz uma análise de crédito conforme o seu perfil, contrata um empréstimo com o banco para adquirir o carro e devolve esse valor com juros ao longo de determinado período. O valor do financiamento, as taxas de juros e o prazo para a quitação da dívida são determinados diretamente com a instituição bancária. O principal diferencial e muitas vezes o condutor da decisão dos jovens pela modalidade é a obtenção do veículo assim que o contrato é assinado.

Diferente do financiamento pelo CDC, ao adquirir um consórcio o consumidor participa de um grupo formado por outros compradores e paga as prestações do bem que pretende adquirir ao longo do tempo, uma espécie de autofinanciamento. Porém, o bem não é recebido imediatamente. Uma vez por mês um comprador do grupo é contemplado com o crédito para comprar o que deseja. Existe também a possibilidade de oferecer um lance de adiantamento das parcelas e ter mais chances de ser contemplado.

Quanto às taxas dessa modalidade, Luís Toscano, vice-presidente de vendas da Embracon, explica que nos consórcios não são cobrados juros e sim taxas administrativas. ‘’Por vezes as taxas de juros por parcelas em um financiamento somam o valor de outro veículo. No consórcio isso não ocorre, pois cobramos somente a taxa de administração mais o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras)’’, exemplifica.

O que Luís deixa de dica para os jovens que pretendem adquirir o seu primeiro automóvel, além do planejamento e do estabelecimento de objetivos, é a pesquisa e a busca de informações. Buscar pelo Banco Central se os bancos, administradoras de consórcio possuem a autorização para exercer as modalidades e também fazer simulações em sites da internet para avaliar o que corresponde à intenção de compra. 

(* supervisão de Patrícia Maria Alves)

LEIA TAMBÉM:

Os efeitos do combustível ruim

Dicas que ajudam a reduzir o consumo de combustível

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.