Doze empresas do ramo industrial se instalarão em terrenos de Cambé

Indústrias venceram concorrência pública de venda subsidiada dos terrenos pela prefeitura; no total, elas vão investir R$ 25 milhões nos empreendimentos e gerar 250 empregos

Mie Francine Chiba - Grupo Folha
Mie Francine Chiba - Grupo Folha

Por meio de concorrência pública, a Prefeitura de Cambé realizou a venda subsidiada de 12 terrenos para a instalação de indústrias dos ramos de metalurgia, eletrônica, cosmética, entre outros. A assinatura dos contratos de alienação dos terrenos foi feita na última quinta-feira (28). A partir de então, as empresas terão o prazo de dois anos para se instalarem e começarem a funcionar. A escritura do imóvel será emitida num período mínimo de 7 anos, se comprovado os benefícios da instalação da empresa para o município quanto à geração de empregos e renda.


Prefeito de Cambé, José do Carmo Garcia, assinou na última quinta-feira (28) contratos de alienação de terrenos para a instalação de 12 micros e pequenas empresas em Cambé
Prefeito de Cambé, José do Carmo Garcia, assinou na última quinta-feira (28) contratos de alienação de terrenos para a instalação de 12 micros e pequenas empresas em Cambé | Divulgação
 


A expectativa é que elas gerem, no total, 250 empregos na região. O investimento feito por elas nos empreendimentos deve somar R$ 25 milhões, o correspondente a dois anos de arrecadação do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) de Cambé.




“São empresas que vêm de outras localidades e que procuraram município para se instalarem, bem como empresas do município que projetavam crescimento”, diz a secretária de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Cambé, Lourdes Maçola. Dos terrenos vendidos, 60% são destinados à instalação de empresas de outras cidades, e 40% para expansão de empresas cambeenses. Os terrenos têm entre 280 e 8.200 metros quadrados.


Para a secretária de Desenvolvimento Econômico, o trabalho realizado pela prefeitura no sentido de desburocratizar e agilizar o processo de instalação de empresas na cidade vem atraindo empresas de outras cidades a Cambé. “Hoje nosso zoneamento é mais permissivo e a legislação tem menos entraves. O objetivo da gestão é trazer novas empresas e dar atendimento às já instaladas no município.”


A indústria cambeense, segundo ela, é responsável pelo maior percentual de arrecadação de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do município.


Continue lendo


Últimas notícias