RECESSÃO -

Dois tradicionais restaurantes de Londrina fecham as portas

Vilão Bar e Restaurante O Espanhol foram colocados a venda e já deixaram de atender os clientes

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha

Dois tradicionais restaurantes de Londrina fecharam as portas e foram colocados à venda. O Vilão Bar e Restaurante e o Restaurante O Espanhol já não estão mais recebendo clientes e liberaram os funcionários. 


Dois tradicionais restaurantes de Londrina fecham as portas
Reprodução/Facebook/Vilão Bar
 


A pandemia do Coronavírus, que obrigou o fechamento de empresas de vários segmentos e atingiu em cheio o setor de alimentação, colaborou para a decisão de finalizar as atividades. 




Com estilo próprio e único, o Vilão Bar é sinônimo de boa comida e clima agradável que embalou muitos casais apaixonados de Londrina nos últimos 42 anos, completados no dia 20 de janeiro de 2020. Sempre atendeu no mesmo endereço, na Rua Sergipe, no Centro. 


De acordo com o proprietário, Willian Amador Bueno de Moraes, 66 anos, a decisão de fechar o estabelecimento surgiu em novembro do ano passado, após sofrer um acidente. "Quebrei o fêmur, tive algumas complicações na recuperação, peguei pneumonia. E também estou cansado e chegou a hora de se aposentar", relatou.


O Vilão já não está atendendo o público desde a semana passada e todos os seis funcionários estão em quarentena em casa. Segundo Moraes, a atual crise mundial, em razão da Covid-19, também colaborou com a decisão. 


"Foi a gota d'água. Até porque acredito que este fechamento do comércio não vai durar apenas alguns dias. A epidemia é séria, não é uma "gripezinha" só não", frisou. "Tenho diabetes, 66 anos e preciso me proteger também".


O proprietário informou que já foi procurado por três interessados, mas ainda está fazendo o levantamento do valor a ser pedido na venda. Enquanto uma negociação não for fechada, o Vilão continuará atendendo apenas no delivery. 


"O sentimento é de tristeza. Sempre morei na frente do bar e agora terei que mudar de casa e ainda não sei o que vou fazer no futuro. Tenho um orgulho disso aqui. Fiz muitos amigos e conheci muita gente", ressaltou. "Só espero que quem compre mantenha o bar funcionando e se conseguir manter as mesmas características seria bom".


O Restaurante O Espanhol completaria 38 anos em 2020 e há 21 funciona na Avenida Santos Dumont, nas proximidades do Aeroporto José Richa. O empreendimento tem 19 colaboradores e atendeu pela última vez no domingo (22).


"Os três primeiros meses deste ano foram muito ruins. Nas últimas duas semanas deixamos de vender entre R$ 50 e R$ 60 mil", relatou o sócio-proprietário José Claro Ferreira, 65 anos. "Tentamos fazer o delivery, mas o retorno foi muito pequeno".


Ferreira destacou que foi necessário recorrer a reservas pessoais para pagar os últimos vencimentos do funcionários e isso foi determinante para a decisão de repassar a empresa. "A minha preocupação é com os funcionários. Sempre fomos uma família aqui e sempre cumpri o que foi acordado. Chegamos a uma situação insustentável".




José Claro Ferreira revelou que já foi procurado por interessados e empresários do próprio setor de alimentação em assumir a empresa. 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo