Consórcios entregam estudos para 6ª rodada de concessão dos aeroportos

Secretaria Nacional de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura tem 45 dias para selecionar um estudo referencial para blocos regionais

Mie Francine Chiba - Grupo Folha
Mie Francine Chiba - Grupo Folha

Mais um passo foi dado para a 6ª rodada da concessão em bloco de 22 aeroportos, no final do mês passado, com a entrega dos EVTEAs (Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental) pelos consórcios e empresas autorizados pelo edital de chamamento do programa do Ministério da Infraestrutura.


Aeroporto de Londrina está na lista dos aeroportos do bloco Sul, que recebeu estudo de um dos grupos autorizados
Aeroporto de Londrina está na lista dos aeroportos do bloco Sul, que recebeu estudo de um dos grupos autorizados | Isaac Fontana/Framephoto/Estadão Conteúdo
 


Dos oito consórcios e empresas autorizados, cinco grupos entregaram os estudos, que subsidiarão a modelagem da rodada das concessões dos blocos Sul (liderado pelo Aeroporto de Curitiba/PR), Norte I (Manaus/AM) e Central (Goiânia/GO). O Aeroporto de Londrina está na lista de aeroportos do bloco Sul. Três dos cinco grupos elaboraram EVTEAs para todos os blocos, um apenas para o bloco Sul e outro apenas para os blocos Norte e Central.




Agora, a Secretaria Nacional de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura tem 45 dias para selecionar um estudo referencial para cada um dos três blocos regionais. Após a seleção dos estudos, serão realizadas audiências públicas, programadas para o primeiro trimestre do ano que vem. Os leilões estão previstos para o quarto trimestre.


Os estudos incluem a avaliação econômico-financeira dos blocos Sul, Norte I e Central; estudos de mercado, ambientais, de engenharia e afins; e avaliação econômico-financeira de cada um dos 22 aeroportos.


Para Gerson Guariente Junior, vice-presidente financeiro do Sinduscon-Norte (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Norte do Paraná), a entrega dos EVTEAs mostra que os prazos determinados pela Secretaria de Aviação Civil estão sendo cumpridos, e que o processo de concessão dos aeroportos pode seguir normalmente. Guariente Junior é um dos integrantes do grupo de trabalho criado para fazer o acompanhamento do processo de concessão do Aeroporto Governador José Richa, em Londrina.


Segundo ele, a escolha do estudo de viabilidade vai mostrar quais as condições levantadas pelas concessionárias o governo vai enxergar como mais positivas para a concessão dos aeroportos. Com isso, poderá ser construída uma proposta mais concreta de concessão. O estudo poderá indicar detalhes da concessão como obras prioritárias e as contrapartidas mínimas que as concessionárias terão de propor para vencer o processo de licitação.(Com informações da assessoria de imprensa do Ministério da Infraestrutura)


Continue lendo


Últimas notícias