Ficou aquém da expectativa a adesão dos funcionários às ações do Banestado. Apenas 85% dos bancários decidiram comprar ações do banco vendido ao Itaú, ao contrário da previsão inicial feita pelo Clube de Investidores Grazul. O Grazul estimava haver uma participação de até 98% dos funcionários, que teriam de se manifestar até ontem. As ações que sobraram e que representam 15% do controle acionário deverão ser compradas pelo Itaú.
Os funcionários têm até o dia 21 de novembro para fazer o pagamento das ações. Eles terão de depositar R$ 182,4 milhões, o que será feito pelo Grazul.
Ao todo, os funcionários compraram 57 milhões de ações. Cada um teve o direito de adquirir 10 lotes de 606 ações, o que representou um desembolso de R$ 1.871,45. As ações foram compradas por R$ 0,32. O Itaú é obrigado a comprar os papéis por R$ 0,64.