|
  • Bitcoin
  • Dólar
  • Euro
Londrina

Economia 5m de leitura Atualizado em 28/12/2021, 16:38 assinante

Comércio de rua de Londrina tem movimentação tranquila na manhã de segunda

Expectativa dos comerciantes é que situação melhore à tarde, com a presença dos clientes que desejam trocar produtos que ganharam no Natal

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 27 de dezembro de 2021

Marcos Roman - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante
Imagem ilustrativa da imagem Comércio de rua de Londrina tem movimentação tranquila na manhã de segunda
|  Foto: Marcos Roman
 

Ao contrário de quem está de folga e preferiu passar a manhã de segunda-feira (27) descansando, a camareira Cleusa Floriano aproveitou o clima de tranquilidade no Centro de Londrina para comprar um celular novo para a filha. “Tive que levá-la no médico para uma consulta que já estava agendada e aproveitei para trocar o antigo aparelho dela que quebrou no final de semana”, relatou.

Já a dona de casa Maria do Socorro Neves se integrou às estatísticas do Dia Internacional da Troca. “Como sei que as lojas costumam ficar vazias na primeira manhã após o Natal, resolvi vir logo trocar uma blusa que ganhei da minha irmã e que não serviu”, comentou. 

Imagem ilustrativa da imagem Comércio de rua de Londrina tem movimentação tranquila na manhã de segunda
 

A estimativa da Acil (Associação Comercial e Industrial de Londrina) é de que o comércio local registre um crescimento de 16% no volume vendas neste final de ano em relação ao mesmo período do ano passado. “Uma pesquisa realizada junto aos associados revelou que 85% dos lojistas estavam otimistas com esse novo cenário”, ressalta o gerente comercial da entidade, Angelo Pamplona.  

Na avaliação de Pamplona, o aumento da movimentação nas lojas do Centro de Londrina neste Natal se deve a três fatores. “As vendas aumentaram porque a maioria das pessoas receberam 13º salário, com a diminuição da pandemia os clientes se sentiram mais seguros para sair de casa, e a iluminação de Natal do Calçadão ficou muito bonita.”

Conheça as políticas de troca previstas em lei

Na época de Natal, muitos consumidores ficam em dúvida quanto às possibilidades de troca de presentes ganhados nas festas de fim de ano e nas brincadeiras de amigo secreto. O Código de Defesa do Consumidor estabelece diferentes normas de acordo com o meio de compra de produtos.  O professor do curso de Direito da Unopar, Eddy Clebber Dalssoto, explica que os lojistas nem sempre são obrigados a realizar as trocas.  

"De acordo com a legislação vigente, não existe a obrigatoriedade de troca de produtos que não tenham defeitos, mas diversos estabelecimentos acabam fazendo as trocas para agradar o cliente" afirma o jurista. "O consumidor deve ter em mente que antes de comprar deve conhecer todas as políticas de trocas praticadas pela loja, pois conhecendo essas regras é possível evitar uma série de transtornos futuros", completa.  

Segundo o docente, nem sempre é necessário carregar a nota fiscal para conseguir a transação, apresentar a etiqueta da loja ou o recibo pode ser o suficiente. "As regras de trocas praticadas pelos estabelecimentos é uma forma de criar um vínculo com o cliente, criando uma fidelização para a realização de compras futuras", considera. Mesmo em caso de liquidações ou aumento de preço, o valor da troca deve respeitar a quantia paga pelo cliente. O professor esclarece que quando o consumidor está em busca do mesmo produto, mas com modelo, tamanho ou cor diferentes, o fornecedor não pode exigir qualquer tipo de complemento, assim como o consumidor não pode solicitar abatimentos.  

Produtos com defeito 

Quando há defeitos de fábrica ou vícios (em caso de tecnológicos), o comprador é respaldado pelo Código de Defesa do Consumidor, que garante a obrigatoriedade da loja em realizar a da troca. O problema tem prazo de 30 dias para ser solucionado e, caso não seja, o freguês tem direito à devolução do dinheiro ou abatimento proporcional do preço.  

Compras on-line  

Se a compra foi realizada pela internet, por telefone ou por catálogo, a legislação permite direito a arrependimento no prazo de até sete dias. Em casos de presentes, é importante estar atento à data de recebimento, então, cabe conversar com a pessoa que presenteou. Nessa situação, o valor pago pode ser restituído por completo, inclusive o frete de envio. O consumidor deve ter em mãos a cópia dos contatos de e-mail e protocolos de ligações telefônicas. O lojista arca com todos os custos de devolução. 

Oportunidade de novas vendas 

Embora os lojistas não sejam obrigados a trocar produtos que não apresentam defeitos, o diretor comercial da Acil afirma que atender às necessidades do cliente costuma ser uma ótima estratégia de fidelização e representa oportunidade de realizar novas vendas. “O lojista que está antenado sabe que o retorno do cliente à loja pode render novas vendas. Nestes casos, os vendedores devem ser bem instruídos a oferecer outros produtos durante o procedimento de troca”, ressalta Angelo Pamplona.  

Horário do comércio

Para aqueles que quiserem se planejar para as compras nesta última semana do ano, a FOLHA traz o horário de funcionamento das lojas. De segunda (27) a quinta (30), o comércio de rua funciona das 8h às 18h. Na sexta-feira (31), véspera de Ano Novo, as lojas atendem das 8h às 17h. No sábado (1) de Ano Novo e no domingo (2), os estabelecimentos estarão fechados, assim como na segunda-feira (3), dia em que será compensado o expediente de 10 de dezembro (aniversário de Londrina).

Nos principais shopping centers da cidade, o funcionamento ficará da seguinte forma: Boulevard Londrina Shopping. Lojas: segunda (27) a quinta (30) - das 10h às 22h | sexta (31) - das 10h às 17h | sábado (1) - fechado | domingo (2) - das 14h às 20h. Alimentação: segunda (27) a quinta (30) - das 11h às 22h | sexta (31) - das 10h às 17h | sábado (1) - fechado | domingo (2) - das 11h às 22h. 

Londrina Norte Shopping. Lojas: segunda (27) a quinta (30) - das 10h às 22h | sexta (31) - 10h às 17h | sábado (1) - fechado | domingo (2) - 14h às 20h. Alimentação: segunda (27) a quinta (30) - das 11h às 22h | sexta (31) - das 11h às 17h | sábado (1) - fechado | domingo (2) - 11h às 22h. 

Aurora Shopping Londrina. Lojas: segunda (27) a quinta (30) - das 10h às 22h | sexta (31) - das 10h às 17h | sábado (1) - fechado | domingo (2) - das 14h às 20h. Alimentação: segunda (27) a quinta (30) - das 10h às 22h | sexta (31) - das 10h às 17h | sábado (1) - fechado | domingo (2) - das 11h às 22h.  

Catuaí Londrina. Lojas: segunda (27) a quinta (30) - das 10h às 22h | sexta (31) - das 10h às 17h | sábado (1) - fechado | domingo (2) - das 14h às 20h. Alimentação: segunda (27) a quinta (30) - das 11h às 22h | sexta (31) - das 11h às 17h | sábado (1) - fechado | domingo (2) - das 11h às 22h.  

Shopping Royal Plaza. Lojas e alimentação: segunda (27) a quinta (30) - das 10h às 21h | sexta (31) - das 10h às 17h - sábado (1) - fechado.  Domingo (2): Lojas - das 12h às 18h | Alimentação - das 11h às 20h.

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM