Assine e navegue sem anúncios [+]

Bunge compra a Soceppar em Paranaguá


Andréa BertoldiEquipe da Folha
Andréa BertoldiEquipe da Folha

Curitiba- A Sociedade Cerealista Exportadora de Produtos Paranaenses (Soceppar), empresa que opera no Porto de Paranaguá, foi vendida na última quarta-feira para a multinacional Bunge. A informação foi confirmada pela própria Soceppar que não quis revelar o valor da negociação nem mais detalhes sobre o acordo que estava em discussão nos últimos meses. A Bunge foi procurada pela reportagem da Folha mas não deu retorno até o fechamento desta edição.
Empresa genuinamente paranaense, fundada em 1967 e pioneira no Brasil na utilização de correias transportadoras para a movimentação de grãos e farelos, a Soceppar tem origem no grupo Otto William Nissel e Armazéns Gerais Jacarezinho.
A companhia conta com 150 funcionários que estão apreensivos sobre os rumos que a empresa vai tomar a partir de agora. A Soceppar faz armazenagem e embarque de granéis sólidos de origem agrícola como soja, açúcar, milho e farelos. Os produtos mais movimentados são farelos e soja. Recentemente, a empresa conseguiu uma vitória na Justiça que foi a liberação para exportar soja transgênica no Porto de Paranaguá.
A Soceppar possui dois ship loaders, um com capacidade para a movimentação de 1.500 toneladas por hora e o outro para 1 mil toneladas/hora. A capacidade estática de armazenagem é de 210 mil toneladas. Para recepção de carga ferroviária, a companhia tem duas plataformas e quatro moegas que podem descarregar vagões a até 1 mil toneladas por hora. Para cargas rodoviárias a capacidade de descarga de caminhões no terminal da empresa é de 800 toneladas/hora.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo