Argentino ataca estados brasileiros Agência Folha De Buenos Aires O governador da Província de Buenos Aires, a mais rica da Argentina, acusou os Estados brasileiros de agirem para ‘‘tirar empresas do país’’. Em seu discurso de abertura das sessões da Assembléia Legislativa da Província de Buenos Aires, o governador Carlos Ruckauf aumentou o tom das críticas ao Brasil iniciadas na semana passada, mas evitou atirar contra o governo federal. ‘‘A Província defende o Mercosul, mas não vai aceitar que os Estados do Brasil venham levar nossas empresas’’, afirmou. O governador acusou os Estados brasileiros de ‘‘não responderem à Presidência da República e ‘‘agirem autonomamente’’. ‘‘Os governadores argentinos vão trabalhar junto com o governo nacional para a defesa do emprego’’. ‘‘Dizemos aos brasileiros que um bom sócio não vai à casa do vizinho para levar a mesa de cabeceira ou a mesa da cozinha, vai à casa do vizinho para ajudar’’ , afirmou. Em seu discurso na abertura dos trabalhos do Congresso, o presidente Fernando de la Rúa também defendeu a indústria nacional, mas em tom moderado. O governo nacional não planeja nenhuma ação semelhante à do governo provincial.