Agrobit apresenta vencedores do Hackathon Agroclimático, do Mapa

Primeira colocada propôs aplicativo para recebimento de dados personalizados de meteorologia pelo produtor rural

Mie Francine Chiba - Grupo Folha
Mie Francine Chiba - Grupo Folha

O Hackathon Agroclimático, primeiro realizado pelo Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), no AgroBit Brasil 2019, em Londrina, chegou ao fim nesta quarta-feira (13) com o anúncio do vencedor.  


Equipe vencedora do Hackathon Agroclimático recebeu prêmio de R$ 3 mil
Equipe vencedora do Hackathon Agroclimático recebeu prêmio de R$ 3 mil | Aron Mello/SebraePR
 


A primeira colocada foi a equipe CTAgro, que propôs o desenvolvimento de um aplicativo que faz cruzamento e ranqueamento de dados meteorológicos obtidos a partir de fontes diversas, através de algoritmos inteligentes para que o produtor receba em seu celular informações personalizas para sua propriedade. “Assim, ele vai saber mais precisamente se vai chover, quando e quanto vai chover”, explicou João Américo Barbosa, representante da startup à assessoria de imprensa do AgroBit. 




O projeto da segunda colocada, Auto Hidro, é de irrigação inteligente que utiliza drones e sensores de solo, além de software, para acompanhamento remoto. A água seria liberada automaticamente de acordo com a necessidade momentânea do solo. A terceira colocada, a Ozone, propôs a utilização de ozônio para eliminar insetos conhecidos como “cascudinhos” da cama dos aviários, sem contaminação por veneno. 


Segundo Lucas Ferreira Lima, gestor estratégico de startups do Sebrae/PR, o Hackathon Agroclimático, o primeiro hackathon promovido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento trouxe à tona um tema que causa bastante preocupação no campo e para o qual ainda existem muitos gargalos.  


As dez equipes participantes puderam desenvolver soluções para o problema utilizando dados do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) e em interface com pesquisas de universidades e instituições de pesquisa, o que trouxe mais maturidade aos projetos. 


A primeira colocada recebeu um prêmio de R$ 3 mil, a segunda, de R$ 1,5 mil e a terceira, de R$ 1 mil. A competição foi realizada em parceria com SRP (Sociedade Rural do Paraná), Sebrae/PR, Embrapa e Iapar.(Com informações da assessoria de imprensa)

Tudo sobre:


Continue lendo


Últimas notícias