Você sabe quais são os relógios mais caros do mundo?


CV Folha
CV Folha

 

Você sabe quais são os relógios mais caros do mundo?
Pixabay
 


O relógio de pulso é um acessório necessário e atemporal. Mesmo com a consagração da era do celular, ele continua sendo uma utilidade para uns e um objeto de desejo para outros. Ao que tudo indica, por mais que em 2020 haja muitos meios práticos de ver as horas, com satélites, celulares e computadores, as pessoas não pararão de comprar e usar relógios.


Alguns relógios, confeccionados por marcas de luxo, podem custar vários milhões e chegam a ser chamados de “investimento”, como se fossem imóveis ou ações do mercado imobiliário. Isso porque, diferente de outros bens de consumo, eles valorizam seu preço conforme o tempo passa.


Para dar um bom exemplo disso, um levantamento feito pelo site de roleta online Betway, concluiu que o Cosmograph Daytona, um dos relógios da marca Rolex, chegou a valorizar 251% nos últimos anos. É a mesma coisa que um objeto estar custando duas vezes e meia o seu preço original.


Essa mesma pesquisa mostra também quais são os relógios mais caros do mundo, cujos preços foram crescendo nos últimos anos. Veja a lista a seguir:


1 – Grandmaster Chime, da Patek Philippe – R$ 170,8 milhões

2 – Paul Newman Daytona, da Rolex – R$ 97,2 milhões

3 – Stainless Stell modelo 1518, da Patek Philippe – R$ 60,8 milhões 

4 – Gobbi Milan “Heures Universelles”, da Patek Philippe – R$ 49,3 milhões

5 – Stainless Stell modelo 5016A-010, da Patek Philippe – R$ 39,9 milhões

6 - Titanium, da Patek Philippe – R$ 34,9 milhões 

7 – Daytona Unicorn, da Rolex – R$ 32,5 milhões 

8 – Gold Chronograph, da Patek Philippe – R$ 31,2 milhões

9 – Bao Dai, da Rolex – R$ 28,5 milhões 

10 - Stainless Stell modelo 130, da Patek Philippe – R$ 26,1 milhões


Embora a Rolex seja a marca mais famosa, dá para ver que o páreo dos relógios mais caros do planeta é concorrido e o primeiro lugar acaba ficando nas mãos da suíça Patek Phillippe.


Preferidos dos magnatas

Considerando que os relógios de luxo são bens acessíveis para pouquíssimas pessoas no mundo, a pesquisa também mostra quais são as escolhas de alguns dos homens de maior patrimônio do planeta. Nem todos, contudo, têm o mesmo gosto.


Jeff Bezos, fundador da Amazon, é quem usa o relógio mais caro. Com um patrimônio líquido de R$ 806 bilhões – maior que o PIB de muitos países –, ele usa um Dual Time da Ulysse Nardim. A máquina é avaliada em R$ 69,6 mil.


Por sua vez, o banqueiro Jes Staley, dono do britânico Barclays e de um patrimônio avaliado em R$ 12,9 bilhões. O relógio escolhido pelo magnata é da marca Panerai, modelo Luminor Marina, que custa R$ 24,8mil.


Um dos multimilionários avaliados, contudo, vai na contramão: Bill Gates, fundador e proprietário da Microsoft, aparentemente não possui o mesmo apreço por objetos de luxo. Com um patrimônio de R$ 614 bilhões – mais perto de Bezos do que de Staley – ele usa um relógio da Casio, modelo Duro, que custa R$ 370. A marca, mais popular, possui relógios de preços mais acessíveis, podendo ser encontrados em lojas brasileiras. Dá até para sair falando que tem um relógio igual o de Bill Gates.

Últimas notícias

Continue lendo