Otimismo sobre os prospectos do Londrina para 2021 alcança até as casas de aposta


CV Folha
CV Folha

2020 não foi um ano fácil para o futebol brasileiro, e nem tão pouco para o futebol paranaense. O estado viu o Coritiba sendo rebaixado para a Série B do Brasileirão na 19ª posição da tabela, e o Paraná Clube sofrendo com o mesmo destino ao cair da Série B para a Série C da pirâmide de futebol nacional. 


Mas houveram ainda positivos. O Operário de Ponta Grossa quase conseguiu uma vaga para subir à Série A e assim entrar no campeonato no lugar do Coritiba, perdendo o quarto lugar da tabela por apenas quatro pontos. Enquanto que o Londrina conseguiu o ascenso para a Série B após uma boa campanha na Série C do Brasileiro, terminando o quadrangular final do torneio em segundo lugar, atrás apenas do Remo. 


Com isso os prospectos do Londrina em casas como a https://www.betfair.com/br são afetados de maneira bastante positiva, ao traduzir não só a qualidade do time como também o otimismo em volta da campanha feita no ano passado. De fato, no último confronto do time pelo Campeonato Paranaense contra o Cianorte, a Betfair denotava chances de vitória em cerca de 42%, contra 31% do adversário. 


2020 em perspectiva, 2021 no horizonte 

Ainda que a temporada passada tenha terminado de forma extremamente positiva para o Londrina, o time não vinha de uma fase muito otimista. Em dezembro de 2019 o time acabara de confirmar o rebaixamento para a Série C no 17º lugar da zona de descenso da Série B do Campeonato Brasileiro, apesar da vitória por 2 a 0 sobre o Guarani relatada no site oficial do clube, https://www.londrinaesporteclube.com.br, para fechar o torneio. 


Logo 2020 seria um ano de recuperação para o Londrina, que começou bem o ano com bons jogos e resultados contra seus rivais no Campeonato Paranaense. O feito mais notável foi ter conseguido segurar o ímpeto do Athletico Paranaense no primeiro jogo das quartas de final do torneio estadual, empatando o confronto em 1 a 1. Entretanto, no jogo de volta a superioridade do Furacão se fez valer e o Tubarão acabou perdendo o embate por 5 a 1 na Arena da Baixada. 


Mas claramente, nem tudo estava perdido para o Londrina. As boas performances a nível estadual mostravam que o Londrina poderia muito bem recuperar seu lugar na Série B do Brasileirão, a partir da manutenção desse nível de futebol ao longo da temporada na Série C. 


Assim se fez nos confrontos da fase inicial do campeonato nacional, com o fator “casa” se mostrando crucial para o Londrina que teve oito vitórias e um empate em nove jogos realizados no VGD na Série C. Com isso a equipe terminou essa fase inicial do torneio em terceiro lugar no grupo B, conquistando assim uma vaga na etapa final do campeonato. 


A fase final colocaria o Londrina em um novo grupo, com os dois primeiros classificados ganhando a tão sonhada vaga na Série B. E o Londrina não deixaria a chance escapar suas mãos, mostrando sua força defensiva ao empatar seus confrontos em casa contra os adversários Remo, Paysandu e Ypiranga, e vencendo os confrontos fora de casa contra o Remo e o Ypiranga para conseguir seu lugar ao sol. 


Desde então o Londrina tenta voltar ao caminho das vitórias no Campeonato Paranaense de 2021, mas sem sucesso. Até o dia 2 de abril, foram três empates registrados contra Maringá, Azuriz e Cianorte que acabaram marcando o fim da passagem do técnico Silvinho pelo Tubarão. 


Em seu lugar entrou Roberto Fonseca, que está em sua quarta passagem pelo Londrina. Sua intenção, conforme informado via https://globoesporte.globo.com, é de usar o Campeonato Paranaense como uma espécie de “laboratório” para o time antes de seguir na busca por potenciais reforços para o resto da temporada. 


De qualquer forma, a missão principal de Fonseca é a mesma de Silvinho e todos os outros técnicos que já passaram pelo Londrina: levar o time de volta ao topo da pirâmide nacional, feito que foi alcançado pela última vez em 1982. Esse será um trabalho árduo; mas trabalho árduo é também o que faz do Londrina ser uma potência regional, com aspirações que ultrapassam seu atual estado competitivo. 

Últimas notícias

Continue lendo