NetdealEvents

O aumento alarmante no desmatamento da Amazônia em 2019


João Cunha - Especial para CV Folha
João Cunha - Especial para CV Folha

O desmatamento na Amazônia atingiu seu nível mais alto em mais de uma década, de acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). É um desenvolvimento alarmante em um dos ecossistemas mais críticos do planeta e destaca as decisões e políticas ambientais.


Os últimos resultados mostram que o desmatamento aumentou quase 30% entre agosto de 2018 e julho de 2019 em comparação aos 12 meses anteriores. Eles marcam a maior taxa desde 2008 e correspondem a uma área limpa de 9.762 quilômetros quadrados (3.769 milhas quadradas), maior que o Parque Nacional de Yellowstone.




O INPE informou que o desmatamento em junho foi 88% maior que o mesmo mês do ano anterior. 


O número de incêndios na Amazônia também aumentou em 2019, enviando fumaça a milhares de quilômetros por toda a região, escurecendo até o céu São Paulo, a maior cidade do Brasil. Muitos incêndios são deliberadamente provocados para limpar áreas da floresta para agricultura e criação de gado. O Brasil é o maior exportador de carne bovina do mundo e 80% da soja que cultiva na Amazônia é destinada à alimentação animal.


O fogo também é usado como uma tática para expulsar de suas terras, os povos indígenas que vivem na floresta tropical. A violência contra os povos indígenas no Brasil cresceu com a eleição de Bolsonaro, que também fez campanha prometendo reverter os direitos indígenas. O número de incursões à terra, extração ilegal de recursos naturais e danos à propriedade em áreas indígenas dobrou nos primeiros nove meses da administração em comparação com o ano anterior.


A Amazônia possui uma das maiores concentrações de biodiversidade do mundo, mas danos significativos foram causados pelos incêndios e pelo desmatamento em andamento.


Os ativistas estão preocupados que a situação só continue piorando. “Mesmo diante de um cenário alarmante para a Amazônia, com o aumento de incêndios, desmatamento, invasões de áreas protegidas e violência contra os povos indígenas, o governo não apresentou nenhuma política consistente para proteger a floresta e seus povos; pelo contrário, o governo está do lado do crime ambiental ”, disse Cristiane Mazzetti, uma ativista do Greenpeace na Amazônia, em comunicado oficial divulgado no site. 




Este conteúdo é de autoria da Royal Vegas Casino.



Continue lendo


Últimas notícias