THIAGO NASSIF -

Home office: bem longe do sofá!


Home office: bem longe do sofá!
 

Home office: bem longe do sofá!

Casa movimentada, trabalho e estudos em casa, novos hábitos domésticos, momento de adaptação. Pequenos cuidados no dia a dia podem equilibrar as funções e contribuir para uma rotina mais produtiva. É uma das dicas da arquiteta e professora Caroline Waldhelm, do curso de Arquitetura e Urbanismo da UniFil, que prepara roteiro de orientações sobre melhor aproveitamento nas atividades de home office e educação a distância. Lição número um: evitar sofás. Se não der, usar aparador para notebook e colocar almofada nas costas para corrigir postura. Ela recomenda atenção para ergonomia, iluminação, ventilação e mobiliário, entre outros fatores. Os vídeos, gravados em ambientes da Tok&Stok, em breve vão circular nas redes sociais da UniFil. A foto é de Urias Ferreira


Burburinho

Londrinense não vence responder à mesma pergunta: afinal, qual seu grau de amizade com conhecido sertanejo? A moça parece ter caído nas graças do rapaz e, em tempos de patrulha nas redes sociais, qualquer demonstração pública de intimidade é sinônimo de muitos comentários.



 

Home office: bem longe do sofá!
 

A quarentena de Renata

Designer de moda, Renata Sahão Scanavacca reside com o marido, Rodrigo Scanavacca, e os filhos, Bernardo (4) e Geórgia, de 9 meses, em Umuarama.  Para ela, a quarentena sem poder vir à casa dos pais, em Londrina, ter um tempo para si, entre tantas outras atividades antes “corriqueiras”, não é das mais fáceis. Sua resolução, diante do atual cenário? Não “pilhar” e sim, ver o lado bom de tudo. Nesta entrevista à FOLHA, Renata repercute o momento, fala dos desafios da maternidade em meio à pandemia e mostra-se otimista. Confira.  

 

Como tem encarado a quarentena?

Primeiramente, para mim, foi bem difícil a questão de me adaptar a um novo cenário, já que amo a liberdade. Veio uma certa resistência de aceitar esse novo estilo de vida, mais recluso, sem a possibilidade de ir e vir para onde quisermos. Principalmente de ir para Londrina na casa dos meus pais, que eu e as crianças gostamos tanto. Mas somos seres que nos adaptamos, não? Então me forcei a ver o lado bom de tudo isso. Sempre no meio do caos, algo bom existe.

 

Qual o saldo mais positivo?

Vejo que estar ao lado dos meus filhos no dia a dia foi algo de grande valor, muitas vezes na correria não percebemos pequenas coisas importantes da convivência. Com meu marido também. Acho que a relação da família, nessas horas, se fortalece, mas confesso que estou sentindo falta da vida “lá fora”.

 

E como é ser mãe em meio à quarentena?

É desafiador. Fico pensando nas mães que trabalham o dia todo fora. Tem sido difícil para todas: as crianças também sentem falta da escola, atividades, dos amigos, a parte do ensino não é fácil, mas decidi não ficar neurótica com isso. Deixo tudo para o tempo deles, mas sempre incentivando. Já consegui várias conquistas na alfabetização do Bernardo, para mim está mais que bom! Por outro lado, perdi minha liberdade também, de ter meu tempo, mas faz parte. Está todo mundo nesse barco... vai passar!

 

Quando tudo passar, quais seus planos?

Acredito que temos um novo mundo pela frente, com novos significados. Vamos ter de ressignificar muitos de nossos valores, principalmente os de consumo, os de pensar mais no próximo. Não tenho grandes planos por enquanto. Vou analisar as novas mudanças para pensar em um futuro negócio. Hoje, só penso que quero ir para à casa dos meus pais logo, voltar a fazer certas coisas que eram tão simples e que hoje se tornaram tão difíceis... viajar em família é uma delas.

 


 Para a AME

- As famílias das crianças e dos adolescentes assistidos pela Associação Mãos Estendidas (AME) receberam, na semana passada, cartões pré-pagos para compra exclusiva de alimentos e produtos de higiene e limpeza. A cesta básica digital é uma doação do Catuaí Shopping Londrina, que é administrado pela brMalls. Com a iniciativa, 150 famílias em situação de vulnerabilidade social do Conjunto Novo Amparo serão amparadas por três meses.- Os cartões são abastecidos com o valor de R$ 100  mensalmente e, com o dinheiro depositado, será possível comprar alimentos e produtos de higiene e limpeza no comércio local. A ação promovida pelo Catuaí Shopping integra a campanha nacional brMalls do Bem e a expectativa é levar o benefício para moradores de diversas comunidades próximas aos 29 shoppings administrados pela companhia. A brMalls fez a primeira doação da campanha no valor de R$ 1 milhão. Para Londrina serão destinados R$ 45 mil para os três meses de vigência da ação.




Home office: bem longe do sofá!
 

À espera de José Henrique

Chega em agosto José Henrique, o segundo filho do deputado estadual Tiago Amaral com a engenheira agrônoma Juliana Yagushi. Com a chegada de José Henrique, a alegria vem em dobro. O caçula nasce no mesmo mês da primeira filha do casal, a pequena Helena, que em breve completa 4 anos

 

Burburinho 2

Nos bastidores, é dada como certa, após a pandemia, a abertura da segunda unidade de badalado salão em Londrina. O espaço será gigantesco, dizem, em tradicional endereço da cidade...

 

Bem na foto

Se você abriu a câmera frontal do celular e não se reconheceu, fique tranquilo. Estudo publicado na Inglaterra constatou que uma fotografia tirada a 30 centímetros da face pode fazer a região nasal parecer até 30% maior na foto. Para deixar a frustração de lado, fugir da cirurgia plástica e ter uma reprodução mais fiel de sua feição na vida real, a dica é se afastar a uma distância de 1.50 metro. Hora de investir em um pau de selfie, não?

 


Home office: bem longe do sofá!
 

Trabalho intenso

Os advogados Fernanda Viotto Pereira e Fábio Pereira não tiveram tempo para pausa neste momento. Continuam com um trabalho intenso, e com muitas demandas. Além do escritório, ainda administram outras tarefas, Fernanda é também empresária na área de educação e Fábio é professor na UEL. Nesta entrevista à FOLHA, o casal fala um pouco mais sobre sua rotina.


Como estão administrando o tempo?

A maior parte do tempo em home office e reuniões virtuais. É um período de muitas mudanças rápidas e temos que acompanhar e informar nossos clientes. Além disso, conciliamos o tempo com as atividades acadêmicas e institucionais. E as crianças estão em casa e precisam de atenção nos estudos.


Preparados para um novo cenário?

Temos de nos adaptar, esse é um processo que ainda está em andamento, um grande aprendizado. O desafio é manter o equilíbrio para enxergar os próximos passos, ainda é cedo para fazer uma previsão de futuro.


Clientes atentos ou tensos?

Passamos por vários momentos, eles tiveram um momento inicial de maior preocupação e estão aos poucos entendendo e administrando as mudanças.


Tudo isso há de passar...

Com certeza, já passamos por vários momentos, uns mais fáceis outros mais difíceis, o importante é entender que não podemos fugir do novo cenário, e nos adaptar da melhor maneira possível.


Coleção cápsula

Reconhecida por seu bom gosto, londrinense que anos atrás atuou como empresária fashion prepara o lançamento de sua nova coleção. Vêm aí peças inspiradas em seu estilo e, segundo ela, algumas versões mais “red carpet”.

 

À prova de prints?

Em tempos de mensagens diretas do Instagram e aplicativos de “pega-pega”, tem muito amor se desfazendo ao primeiro print revelado. A traição, mesmo que não consumada, resulta em bate-boca e término. Elogiar a amiga da namorada, reações com emojis apaixonados e afins lideram a lista de dissabores virtuais.

 


Home office: bem longe do sofá!
 

Na Estância Punta del Este 



Ronaldo Griggio está residindo, nesta quarentena, na Estância Punta del Este, em Sertaneja. Consultor de vendas do condomínio náutico e aeronáutico de casas de campo, Ronaldo concilia o home office com os trabalhos como modelo. O registro é especial para a FOLHA

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:

Últimas notícias

Continue lendo